Crianças colhem feijão verde e mamão na horta do Crei Maestro Pedro Santos

Por - em 616

Eliabe Castor

sedec_crei_horta_foto_dayseeuzebio (444)As mãos pequenas e o sorriso nos rostos expressavam bem a satisfação das crianças do Centro de Referência Educacional Infantil (Crei) Maestro Pedro Santos, localizado no Conjunto Cidade Verde, em Mangabeira VIII. Na manhã desta segunda-feira (25), eles acordaram cedo para colher feijão verde e mamão. A ação está ligada ao projeto “De Mãos Dadas com a Natureza”, criada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e executada pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec).

Maria Vitória, com apenas 4 anos, era uma das mais empolgadas na colheita, retirando com vigor as vargens. Acompanhada de outros colegas, ela disse está feliz por ver uma semente se transformar em muitos feijões, para a alegria de todos que participaram da ação. Segundo a gestora do Crei, Mônica de Souza, 115 crianças com idades entre 2 e 5 anos participam do projeto, “havendo a integração de todos, inclusive dos familiares”.

Ela explicou a importância da ação, por ser, além de educativa, saudável para as crianças. “Nos temos plantação de milho, acerola, coco, macaxeira, couve e mamão. Tudo é plantado, colhido e consumido pelas crianças. E elas ainda servem como multiplicadoras, pois levam o hábito de comer verduras e hortaliças para os familiares”, falou Mônica de Souza.

sedec_crei_horta_foto_dayseeuzebio (97)Na mesma linha de raciocínio da gestora, a secretária de Educação, Edilma Ferreira, observou a importância da ação, por ser ela inclusiva, redundando na interação entre o corpo docente, alunos e familiares. Outro ponto abordado por ela diz respeito à consciência da criança sobre a importância dos alimentos saudáveis, e o despertar à curiosidade de como algo plantado por eles crescer e se multiplica, até chegar à mesa.

Edilma Ferreira informou que 30% das Creis e escolas da Rede Municipal de Ensino já vêm adotando o sistema de hortas, aproveitando os espaços exteriores livres das unidades de ensino. Para finalizar, ela observou que a tendência é estender a ação para outros locais, a fim de atingir o maior número de alunos possível.