Crianças e adolescentes do São José recebem certificado de Bombeiro Mirim 2012

Por - em 82

Trinta e duas crianças e adolescentes do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) receberam na manhã desta terça-feira (12), no Bairro São José, o certificado de Bombeiro Mirim 2012. Na próxima quinta (14) e sexta-feira (15) serão entregues os certificados dos participantes do Bairro de Mandacaru e Ilha do Bispo. A atividade é parte da programação alusiva ao dia 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.

O projeto Bombeiro Mirim é uma ação socioeducativa da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em parceria com a PMJP e desenvolvida através dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) dos bairros de Mandacaru, Ilha do Bispo e São José, abrangendo a área dos Ipês.

De acordo com a coordenadora do Cras, Mércia Medeiros, o principal objetivo do projeto é incentivar o exercício da cidadania para crianças e adolescentes que moram em áreas de vulnerabilidade social, afastando-os da marginalidade. “O Cras entrou como parceiro nesse processo de mobilização e inserção dessas crianças com o objetivo de potencializar as situações de vulnerabilidade para que as famílias conquistem autonomia”, disse. Segundo ela, esta foi a primeira turma formada no Bairro São José.

Aproximadamente 120 crianças e adolescentes receberão os certificados no primeiro semestre deste ano e mais turmas serão abertas no segundo semestre. Em 2011, foram formados 193 bombeiros mirins em João Pessoa.

Na solenidade, estiveram presentes os coordenadores e instrutores do projeto, que entregaram os certificados para os participantes. Na ocasião, as crianças fizeram demonstração de como proceder em situação de engasgamento.

Desenvolvimento das crianças – tPara os familiares dos bombeiros mirins, o projeto é muito importante para o desenvolvimento social das crianças e dos adolescentes. “Foi muito bom para minha filha. Assim ela não fica em casa sem fazer nada e já tem a chance de ter uma atividade”, disse a auxiliar de serviço Maria Salete dos Santos.

Para a estudante Janiele dos Santos, de 12 anos, o projeto serviu como inspiração para seguir carreira como bombeiro. “Eu achei muito importante aprender a evitar acidentes. Quem sabe posso até ser bombeiro algum dia?”.

Atividades – Durante pouco mais de três meses, aproximadamente 120 crianças, na faixa etária entre 7 e 14 anos de idade, participaram de treinamentos com o acompanhamento da equipe do Corpo de Bombeiros. Nas atividades, o grupo recebeu orientações de prevenção de acidentes com aulas de primeiros socorros, técnicas de combate e prevenção de incêndios e acidentes domésticos, atendimento hospitalar e outras situações, além de orientações sobre relações humanas, instruções de cidadania, ética e lazer. Este ano, o projeto social teve início no final do mês de fevereiro e encerrou as atividades no final da semana passada.