Crianças e adolescentes do CRC Cristo conquistam 30 medalhas de ouro, 4 de prata e 3 de bronze no jiu-jitsu

Por Fátima Sousa - em 248

Crianças, adolescentes e jovens do Projeto Arte de Viver do Centro de Referência da Cidadania do Cristo Redentor (CRC/Cristo), da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), conquistaram 30 medalhas de ouro, quatro de prata e três bronzes, no 2º Campeonato Machado de Jiu-Jitsu realizado no domingo (14), no Ginásio Ronaldão, em João Pessoa. A competição reuniu atletas de todo o Brasil.

A disputa foi realizada durante todo o dia, no horário de 9h às 16h. A meninada faz parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), executado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), através da Diretoria de Organização Comunitária e Participação Popular (Dipop).

Competiram atletas mirins na idade de 8 a 12 e adolescentes, jovens e adultos, na faixa etária de 7 a 42 anos de idade.  O professor Hilton Francisco da Silva, muito animado com o desempenho do alunado, disse que os atletas foram subdivididos nas categorias Kids, Mirim, Juvenil e Adulto.

O Projeto Arte de Viver funciona há pouco mais de dois anos, atendendo crianças a partir dos 6 anos de idade em situação de vulnerabilidade social. “Nosso objetivo é usar o jiu-jitsu como ferramenta de transformação social”, disse o professor Hilton.

O coordenador do CRC, Antônio Clarete Diniz, destaca que apesar das atividades acontecerem no Cristo, moradores de bairros vizinhos também participam, aumentando o alcance das ações.

Entre os campeões estão João Johan Kelve, 7 anos, Cláudia Cristina, 13, Bruna Camily de Sousa, 14, Gabriela Lopes, 15, Giovana Maia, 15, Joelma de Lima, 15, e Erivaldo, 42.

O coordenador adjunto Severino Ferreira de Lima, acrescentou que, além das atividades esportivas, como o jiu-jitsu, o CRC também oferece atividades como karatê, zumba, suingueira, crochê, bordado em tecidos e outros.

A equipe do projeto também participou do Grand Nordeste de Jiu-Jtisu, disputado no mês de fevereiro passado, em Natal (RN), e trouxe 28 medalhas.