Cuidados com a saúde devem ser reforçados com a chegada do inverno

Por Thibério Rodrigues - em 409

Com a chegada do inverno, doenças alérgicas e complicações respiratórias são mais comuns devido às mudanças de temperatura.  Por isso, os médicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) orientam que alguns cuidados devem ser reforçados para manter a saúde em dia nesta época do ano. O inverno teve início nesta quinta-feira (21) no hemisfério sul.

De acordo com o clínico geral, Pedro Hermínio, médico da Rede Municipal de Saúde, algumas doenças se agravam neste período mais frio, a exemplo da asma, rinite alérgica, sinusite, viroses e alergias. “Geralmente, os mais afetados são os idosos e as crianças menores de cinco anos, por possuírem um sistema imunológico mais frágil”, explica.

Para combater essas complicações que chegam junto com o inverno, o médico aconselha a tomar água com frequência, numa média de dois litros por dia. Também é importante manter uma alimentação saudável, além de procurar um médico e seguir corretamente o tratamento receitado pelo profissional.

O clínico geral aconselha evitar aglomerações e lugares fechados com grande concentração de pessoas. “O contato muito próximo entre as pessoas facilita a proliferação de vírus e bactérias, passando de uns para os outros”. Ele destaca, também, o uso de agasalhos quando as temperaturas estiverem mais baixas, principalmente no período da noite.

Outra dica importante é manter a residência sempre arejada, pois o sol e o ar evitam a proliferação de vírus e bactérias. Para quem tem problemas respiratórios, é fundamental manter limpas as roupas de cama, retirar o pó dos móveis e limpar o piso com pano úmido.

Serviço – Na Rede Municipal de Saúde, as crianças alérgicas e com problemas respiratórios são atendidas no Hospital do Valentina, com atendimento 24 horas por dia em casos de urgência e emergência. Para o acompanhamento, as consultas devem ser marcadas na Unidade de Saúde da Família (USF) onde a criança é cadastrada.

Já os adultos, em caso de urgência e emergência, devem seguir para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Oceania, em Manaíra; Célio Pires de Sá, no Valentina; ou Augusto Almeida Filho, em Cruz das Armas. Para o acompanhamento, assim como as crianças, devem procurar uma USF, podendo ser atendidos na unidade ou encaminhados pelo clínico geral para atendimento de alergologista ou pneumologista no Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) de Jaguaribe.

Devem procurar as Unidades de Saúde casos que necessitem de assistência básica com consultas clínicas e que não precisem de assistência de média ou alta complexidade, como tosse, resfriado, febre, diarréia e vômito (que não ocasionou desidratação), coceira no corpo, dores nas articulações, dores na garganta sem febre, verificação de pressão e verificação de taxas de glicemia. Os casos de suspeita de dengue também são atendidos nas USF.