Curso prepara equipe para solucionar questões ambientais

Por - em 23

Formar uma rede de multiplicadores para solucionar problemas ambientais. Esse é o principal objetivo do curso que a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) realizará nesta sexta-feira (9) e no sábado (10) no Centro de Capacitação Profissional (Cecap). Nesse primeiro momento será realizada uma sensibilização com 100 pessoas, sendo que cada uma delas ficará responsável pela capacitação de mais 10 pessoas. A meta é que sejam formados, até fevereiro, mil multiplicadores, que atuarão em várias áreas da cidade. A abertura do evento contou com uma apresentação especial do grupo de percussão de Emlur, o ‘Baticumlata’, que chamou a atenção para a necessidade de promover o reaproveitamento de materiais.

No ‘Curso de Capacitação de Multiplicadores em Educação Ambiental’ os 100 participantes foram divididos em grupos de 20 pessoas. Durante os dois dias de trabalhos, eles receberão informações sobre educação ambiental, ecossistemas urbanos, consumo, desenvolvimento sustentável, resíduos sólidos, saneamento ambiental, os 3 ‘Rs’ (reciclar, reutilizar e reduzir o consumo), coleta seletiva e transformação do lixo em energia.

Os futuros multiplicadores responderão questionários sobre a realidade da comunidade onde vivem, participarão de dinâmica e assistirão aos vídeos ‘Cuidado com a Terra’, ‘Ilha das Flores’, ‘Terra Planeta Água’, ‘Lixo é Luxo’ e ‘Ta Limpo’. Ao final, os participantes do curso farão um diagnóstico dos problemas das comunidades onde vivem, aplicarão a matriz GUT (gravidade, urgência, tendência) para definir prioridades e elaborarão o plano de metas.

As primeiras 100 pessoas que passarão pelo curso são representantes de 50 organizações não-governamentais. Cada multiplicador será responsável pela elaboração de um plano de meta, onde serão apontados os problemas da comunidade onde vivem e atuam e o que irá fazer para solucioná-los. “Essas pessoas conhecem de perto a realidade de cada localidade e nosso objetivo é que elas se tornem protagonistas, capazes de atuar para solucionar problemas ambientais das áreas onde vivem”, explicou a superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto.

Além de promover a formação dos 100 multiplicadores, a Emlur ficará responsável pelo fornecimento do material (apostilas e vídeos) que será usado pelos multiplicadores para capacitação de novas pessoas. “Também faremos o acompanhamento da aplicação das ações para cumprimento do plano de metas. Queremos que essas pessoas realizem tudo aquilo que ficou planejado”, destacou a superintendente.

Segundo explicou o diretor Administrativo Financeiro da Emlur, Coriolano Coutinho, no mês de fevereiro será realizado um grande encontro com a rede de multiplicadores, que foi formada. “Nesse encontro faremos a divisão das pessoas por grupos de afinidade, sendo que cada um formado por 10 pessoas. Isso fará com que tenhamos 100 planos de meta, ao invés de mil”, informou. Ele disse também que serão realizados encontros períodos de acompanhamento da aplicação do plano de metas.

O curso de formação conta com a parceria das Secretarias de Desenvolvimento Social, Educação e Cultura, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Centro de Educação Tecnológica (Cefet).