Cursos de inclusão digital para educadores começam em março

Por - em 25

Os cursos oferecidos através do projeto “Professor Plugado” têm início em março. A parceria já consolidada entre o Ministério da Educação (MEC) e a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) reforçou a inserção da informática no cotidiano escolar, com a valorização e o estímulo aos profissionais da educação para integrar as atividades dos softwares educacionais ao conteúdo curricular de suas disciplinas através do projeto.

Para este ano de 2011 o programa vai ter continuidade nos cursos de capacitação Proinfo I, curso básico de Introdução à Educação Digital com 40 horas/aula, e Proinfo II, curso avançado, cuja carga horária é de 100 horas/aula. Ao término de cada módulo, os participantes recebem certificação expedida pelo MEC e ao final do primeiro curso os aprovados recebem um notebook.

No ano passado foram capacitados 2.011 educadores no Proinfo I e 100 profissionais no Proinfo II. Segundo a coordenadora do Núcleo de Tecnologia Municipal – NTM/João Pessoa, Elma Dantas, “a participação dos profissionais da rede municipal de educação contribui para a melhoria na produção de conhecimentos e, principalmente, na fundamentação de que as tecnologias digitais devem fazer parte da prática pedagógica”.

O “Professor Plugado” tem como foco a capacitação dos educadores (docentes, especialistas e gestores efetivos e em atividade pedagógica) nas tecnologias usadas para auxiliar na melhoria da qualidade do ensino e na inclusão digital. A iniciativa faz parte do “Escola Digital”, programa de inclusão digital da Secretaria de Educação de João Pessoa (Sedec), que teve início no ano de 2005 e aborda vários projetos, dentre eles o de “Robótica Pedagógica”.

Confira os cursos que serão ofertados a partir de março deste ano:

Introdução à educação digital (40h): Curso básico para professores que não têm o domínio mínimo no  manejo de computadores/internet. Total de vagas: 350

Tecnologias na educação – ensinando e aprendendo com as TIC (100h): Visa oferecer subsídios teórico-metodológicos práticos para que os professores e gestores escolares possam compreender o potencial pedagógico de recursos das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no ensino e na aprendizagem em suas escolas. Total de vagas: 1.600.

Elaboração de projetos (40h): Visa capacitar os professores e gestores escolares para que eles possam desenvolver projetos a serem utilizados na sala de aula junto aos alunos, integrando as tecnologias de educação existentes na escola. Total de vagas: 100.