CUT destaca reajuste de 10% para professores municipais

Por - em 40

O presidente estadual da Central Única dos Trabalhadores (CUT-PB), Luiz Silva, destacou a importância do aumento salarial de 10% no piso dos professores municipais, concedido esta quinta-feira (23) pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB).

Já os professores que atuam como prestadores de serviço também terão um reajuste no valor da hora-aula de 11%, que passará a ser de R$ 6,00.Os repasses já serão creditados nos salários referentes ao mês de abril. O projeto de lei que prevê as compensações financeiras será encaminhado nesta sexta-feira (24) em caráter de urgência à Câmara Municipal e a previsão é de que seja votado até a próxima terça-feira (27).

Luiz Silva acrescentou que o percentual do reajuste está acima da inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que será de 4,9 % para este ano, e que está equiparado aos aumentos aplicados na rede privada e em setores como a construção civil.

A medida adotada pelo prefeito da Capital integra a política pública de fortalecimento da educação pública. Além dela, desde março, a Prefeitura de João Pessoa colocou em prática o Prêmio ‘Escola Nota 10’, um incentivo aos trabalhadores da educação com uma bonificação de um décimo quarto salário no final do ano.

Com o reajuste, a cidade de João Pessoa passa a pagar aos professores mais do que o piso salarial previsto por lei que é de R$ 950,00, já pagos desde 2008. Para os docentes que atuam nos Centros de Referência em Educação Infantil (Creis), o reajuste definido pelo Governo Municipal também será de 10% sobre o vencimento.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município (Sintem), cerca de cinco mil trabalhadores serão beneficiados, entre prestadores de serviço e professores do quadro fixo da Prefeitura de João Pessoa.