Defesa Civil alerta para chuvas intensas em junho, julho e agosto

Por - em 21

A população de João Pessoa, especialmente quem reside em áreas consideradas de risco, deve redobrar os cuidados no próximo trimestre. O alerta é do coordenador da Defesa Civil da Capital, Manoel Duré, tendo como base um relatório climático elaborado pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que prevê fortes chuvas para esse período.

De acordo com o estudo climático, o prognóstico para os próximos meses de junho, julho e agosto é de precipitações acima do normal. Entre a faixa leste do Rio Grande do Norte (RN) e nordeste da Bahia (BA) deve chover até 45% a mais do que o normal.

“Essa faixa citada no relatório abrange todo o litoral da Paraíba, o que inclui a cidade de João Pessoa. Em virtude dessa informação, vamos redobrar nossas atenções e permanecer de plantão para eventuais ocorrências. Já que temos hoje catalogadas cerca de 30 comunidades consideradas de risco”, ressaltou Duré.

Prevenção – A Defesa Civil Municipal vem desenvolvendo um trabalho preventivo desde março, justamente com o objetivo de evitar incidentes no período chuvoso, conforme assinalou o coordenador do órgão.

Ele lembrou que “mesmo com todo esforço da Prefeitura é sempre bom pedir o apoio da população para participar ativamente nesse processo, não jogando lixo nas ruas e rios, evitando assim o entupimento de galerias e com isso alagamentos”.

Ele disse que outra recomendação orienta as pessoas “a não construírem casas nem fossas em barreiras, como também fazer a poda de árvores de grande porte, para evitar transtornos com queda de galhos por conta de ventos fortes que sempre acompanham a chuva”, alertou. A previsão climática também indica maior probabilidade de ocorrência de chuva na Região Norte do Brasil.