Defesa Civil coloca lonas em barreiras da comunidade Maria de Nazaré

Por - em 91

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil da Capital (Comdec) realizou uma ação preventiva na Comunidade Maria de Nazaré, localizada entre os bairros dos Funcionários II e III, na manhã desta sexta-feira (2), em parceria com a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Guarda Municipal. O objetivo é dar continuidade ao Plano de Contingência em áreas de risco da cidade, para evitar maiores transtornos durante o período chuvoso.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Francisco Noé, a visita na Comunidade Maria de Nazaré tem o intuito de identificar as áreas de risco e fazer um trabalho preventivo. “A partir das visitas que nós temos feito nessas áreas, identificamos, particularmente nesta comunidade, algumas barreiras que estão sem vegetação. Então, quando ocorre esta situação, é necessário cobrir com uma lona. Outra ação realizada foi a solicitação da retirada de algumas famílias das casas em situação de risco e a futura entrada delas no auxílio moradia da Prefeitura”, comentou.

Segundo o engenheiro e assessor técnico da Defesa Civil, Alberto Sabino, depois da visita e da reavaliação de algumas moradias, o próximo passo é posteriormente fazer a demolição das casas, depois que essas famílias forem inseridas no auxílio social e em alguns dos programas habitacionais da PMJP.

Atendimento – Renato Manoel de Melo, 65 anos, que mora na Comunidade há 18 anos, disse que o período de chuvas é enfrentado com apreensão. “Os moradores aqui têm medo do período de chuvas, mas a gente sempre conta com a Defesa Civil para a melhorar a situação dessas moradias daqui, com a colocação dessas lonas para evitar deslizamentos”, explicou.

A Defesa Civil conta com veículo próprio para atender às chamadas em casos de urgência, telefone de emergência (0800-285-9020) e toda a infraestrutura necessária ao pronto atendimento das demandas da população. A equipe de técnicos atua com o EPI (equipamento de proteção individual), cuja utilização é recomendada pelo Conselho Nacional de Defesa Civil (Condec).