Defesa Civil de JP mantem ações preventivas nas áreas de risco

Por - em 20

A Defesa Civil de João Pessoa registrou na manhã desta sexta-feira (4) um chamado de emergência no bairro do Alto do Mateus. Moradores da rua Ari Barroso acionaram o órgão para realizar uma inspeção de rotina na barreira existente no local. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Manoel Duré, os técnicos do órgão estiveram no local e constataram que não havia nenhum perigo para os moradores, mesmo após dois dias de chuva sobre a Capital.

Desde abril deste ano a Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Defesa Civil Municipal, Emlur, Secretarias de Meio Ambiente (Semam), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Infraestrutura (Seinfra) e Guarda Municipal, vem realizando uma série de ações preventivas nos bairros. Pelo menos 20 pontos mapeados na Capital tiveram barreiras e encostas cobertas por lona, a exemplo da comunidade da rua Tito Silva, próximo a lombada eletrônica na Beira Rio; na barreira localizada na rua Minervino Bione, na Torre; no Beco da Botina, no Róger; na barreira localizada no Bairro de Cruz das Armas e, agora, na comunidade Maria do Nazaré.

“São ações extremamente importantes previstas no Plano de Contingência da Prefeitura de João Pessoa e estão dentro dos preparativos para a chegada do período chuvoso, evitando riscos para a população, como deslizamento de barreiras”, enfatizou o coordenador da Defesa Civil na Capital, Manoel Duré. As previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que neste fim de semana na cidade de João Pessoa, o céu fique nublado com chuvas fracas e temperatura média de 27 graus.

Manoel Duré pede que os moradores que vivem nas áreas de risco entrem em contato com a Defesa Civil, através da linha direta e gratuita 0800-285-9020 ou do número 3222-2063, em casos de emergência. As equipes permanecem de plantão 24 horas também nos finais de semana.

“As chuva está constante mais sem muita força. A densidade da água permanece pequena e não oferece risco de desastres ou desabamentos nas encostas. Mesmo assim, estamos em prontidão para socorrer a população em caso de ocorrências. Nosso trabalho de contenção, que começou no mês de abril foi justamente para que as cheias e deslizamentos sejam cada vez mais moderados”, afirmou Manoel Duré.