Defesa Civil vistoria corredor da folia para desfile do Muriçocas

Por - em 22

A Comissão Municipal de Defesa Civil realiza nesta quarta-feira (18), a partir das 9h da manhã, a inspeção nos palcos e camarotes instalados no percurso do corredor da folia, que vai desde a Praça das Muriçocas, na Avenida Tito Silva, passando pela Avenida Epitácio Pessoa até o Busto de Tamandaré, na orla de João Pessoa.

A ação, que acontece em parceria com o Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia da Paraíba (Crea-PB) e a Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans), tem por objetivo evitar acidentes durante o desfile do bloco ‘Muriçocas do Miramar’, que acontece no mesmo dia à noite.

A inspeção – Manoel Duré, coordenador da Defesa Civil da Capital, explicou que além da estrutura dos palcos, os especialistas vão inspecionar as instalações elétricas de barracas, camarotes, trios elétricos, verificar a presença de extintores de incêndio e também as saídas de emergência, entre outros itens de segurança.

“Para que não ocorram acidentes no momento da festa, vamos fazer um trabalho minucioso, verificando – por exemplo – a capacidade de pessoas que os camarotes e palcos comportam, bem como as instalações elétricas e os materiais utilizados nos palanques. Essa ação preventiva e necessária fará com que os foliões brinquem com tranquilidade”, destacou Duré. As estruturas reprovadas serão interditadas e somente liberadas mediante a adequação dos itens indicados pelos órgãos fiscalizadores.

Plano de Contingência – Logo após o Carnaval, a Defesa Civil Municipal vai dar início à segunda etapa do ‘Plano de Contingência 2009’, que abrange 11 comunidades consideradas de risco. No primeiro dia de visita da equipe, na manhã da quinta-feira (26), estão no cronograma a comunidade do Timbó (no Bancários) e as residências que ficam localizadas abaixo da barreira do bairro do Cabo Branco. Durante as visitas, a equipe inspeciona galerias pluviais, lixo em encostas e bueiros, curso dos rios nas comunidades ribeirinhas, e distribui folders sobre educação ambiental.

A ação ocorre em parceria com outras secretarias municipais, a exemplo do Meio Ambiente (Semam); Infra-Estrutura (Seinfra); Habitação Social (Semhab); Desenvolvimento Social (Sedes), Saúde (SMS), além da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Guarda Municipal e a Superintendência de Transporte e Trânsito (STTrans). Também integram a equipe de trabalho a Cagepa, Corpo de Bombeiros e Energisa. “O trabalho é desenvolvido de forma integrada. Por exemplo, os problemas como poste de iluminação inclinado ou instalado em local de risco são logo resolvidos pela empresa de energia e assim por diante”, exemplificou Duré.

Na primeira etapa do plano foram inspecionadas 19. Nessas comunidades, os problemas mais comuns encontrados foram acumulo de lixo nos bueiros. “Apesar de todo nosso apelo, os moradores ainda continuam a jogar lixo. Isso faz com que as galerias entupam, provocando inundações e alagamentos. Por isso, é importante a consciência de todos”, frisou o coordenador da Defesa Civil.

A partir dessa ação, a Prefeitura fez a relocação de uma família na comunidade Esperança, no bairro do Padre Zé. Segundo Duré, outras quatro, que moram às margens do rio Jaguaribe, na comunidade Jardim Guaíba, também serão relocadas para evitar acidente durante o período chuvoso que começa nos próximos meses.

A Defesa Civil já contabilizou cerca de 30 comunidades localizadas em pontos vulneráveis. Algumas delas são: Cinco de Julho, São Judas Tadeu, Rua Ari Barroso e Beira da Linha (Alto do Mateus), Timbó (Bancários), São José (São José), Chatuba (Manaíra), Maria de Nazaré (Funcionários II), Arame, Bananeiras (Grotão), Novo Horizonte, Boa Esperança (Cristo), Esperança, Condomínio Esperança (Padre Zé), Riachinho (13 de Maio), Santa Bárbara (Valentina), Maribondo (Nova Mangabeira/Valentina), Santa Clara, São Rafael (Castelo Branco) e Tito Silva (Miramar). Para possíveis ocorrências, a Coordenadoria de Defesa Civil disponibiliza um atendimento 24 horas através do telefone 0800 285 9020.