Deputado capixaba quer criar ‘Empreender’ no seu Estado

Por - em 20

O deputado estadual do Espírito Santo, Marcelo Coelho (PSDB), está convencido de que o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP), executado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), é uma excelente alternativa para reduzir as desigualdades sociais do seu Estado através da inclusão social e da geração de emprego e renda.

Ele é autor da proposta de criação do ‘Legislativo Empreendedor’, um programa inspirado no Empreender-JP e que tem por finalidade contribuir para a modernização da gestão pública nos municípios capixabas, através da busca por linhas de créditos e elaboração de projetos na área de geração de emprego e renda e inclusão social.

A proposta, aprovada pela Assembléia Legislativa do Espírito Santo, prevê a realização de seminários com a participação de prefeitos e secretários de desenvolvimento econômico e social dos municípios do Estado. “Este programa é perfeito”, avaliou o deputado. “A apresentação e os debates sobre o Empreender-JP podem minimizar riscos e oportunizar o aprendizado de forma dinâmica e eficiente, viabilizando a implantação de projetos semelhantes nos municípios do nosso Estado”.

O deputado propõe que sejam apresentados casos de sucesso do programa Empreender-JP aos representantes de pelos menos 78 municípios do Espírito Santo. “É necessário buscar alternativas viáveis e desburocratizadas que possam efetivamente transformar a realidade econômica e social de um grande número de pessoas que já perderam a esperança de uma vida melhor”, explica o deputado.

Como forma de incentivar e avaliar os resultados alcançados através da implantação dos projetos nos municípios capixabas, o deputado propõe ainda a instituição do prêmio anual ‘Município Empreendedor’, que será concedido a cidade que obtiver o melhor desempenho em cada exercício.

Modelo – O secretário de Desenvolvimento Sustentável da Produção, Raimundo Nunes, acredita que transformação do Empreender-JP num modelo de projeto de geração de emprego e renda no Espírito Santo é ratificação de que o Governo Municipal de João Pessoa acertou quando decidiu implantar o programa na Capital.

Ele lembra que o Empreender-JP já despertou interesse de várias outras cidades. “Já recebemos representantes de Osasco (SP), Recife e Olinda (PE), Coari, Maués e Manaus (AM)”, contou. Além disso, o modelo do programa de crédito orientado do Governo Municipal despertou elogios de membros da Organização das Nações Unidas (ONU). “O nosso diferencial, o que chama a atenção é que Empreender-JP não é apenas um programa de microcrédito; é, principalmente, um programa de inclusão social”, acrescentou o secretário.