Deputado quer programa semelhante ao Empreender-JP no Espírito Santo

Por - em 21

O deputado estadual do Espírito Santo, Marcelo Coelho (PSDB), está convencido de que o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP), executado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), é uma excelente alternativa para o administrador que pretende reduzir as desigualdades sociais através da inclusão social e da geração de emprego e renda.

“É um programa perfeito”, avaliou. “Quero propor ao governo capixaba, através de projeto de lei ou indicação, a implantação de iniciativa semelhante no Espírito Santo. “Fiquei impressionado com o êxito do Empreender-JP em João Pessoa e quero levar esta experiência para o meu Estado”, completou.

O parlamentar tucano foi recebido pelo secretário de Desenvolvimento Sustentável da Produção de João Pessoa (Sedesp), Raimundo Nunes, mais diretor de Fomento à Produção e aos Pequenos Negócios, Ruy Ribeiro das Chagas. “Para nós é uma honra contar com a presença de pessoas de outros estados. Essas visitas só confirmam o sucesso do programa de crédito orientado implantado pelo Governo Municipal”, disse o secretário.

Ele lembra que essa não é a primeira vez que comitivas de outros estados visitam João Pessoa interessadas no Empreender-JP. “Já recebemos representantes de Osasco (SP), Recife e Olinda (PE), Coari, Maués e Manaus (AM)”, contou. Além disso, o modelo do programa de crédito orientado do Governo Municipal despertou elogios de membros da Organização das Nações Unidas (ONU). “O nosso diferencial, o que chama a atenção é que Empreender-JP não é apenas um programa de microcrédito; é, principalmente, um programa de inclusão social”, acrescentou Raimundo Nunes.

O Empreender-JP, criado em 2005, já liberou 3.569 cheques movimentando o mercado local com a injeção de R$ 7.480.059,98. Estão incluídos aí os empréstimos direcionados ao projeto ‘Cinturão Verde’.