Dia de Natal tem abertura do ‘Música do Mundo’, na orla

Por - em 25

As noites da Capital paraibana vão ganhar um charme especial durante seis dias com várias apresentações de música instrumental, que confirmam a vocação da cidade para os estilos popular e erudito. Em sua segunda edição, o projeto ‘Música do Mundo’, desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), levará ao palco armado na divisa entre as praias de Tambaú e Cabo Branco duas atrações por noite, a partir das 18h. A abertura será na próxima terça-feira (25), Dia de Natal, com os grupos ‘Néctar do Groove’ (PB/Suíça) e a Big Band da Escola de Música ‘Toque de Vida’.

A programação contempla artistas de vários estilos da música instrumental, desde o clássico ao popular. Na quarta-feira (26) se apresentam os grupos ‘Azymuth’ (RJ) e ‘Trombone Ensemble’ (PB); na quinta-feira (27) será a vez de ‘Ritrovil’ (PE) e ‘Café do Vento’ (RN). O projeto prossegue na sexta-feira (28) com ‘Babilack Bah’ (MG) e ‘Costinha’ (PB); no sábado (29), Nelson Faria e Gilson Peranzzetta (RJ) e ‘Oxente Groove’ (PB); e na noite de encerramento, domingo (30), se exibe o ‘Trio Medeiros’ (PB) e a Banda 5 de Agosto (PB).

O diretor-executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Lau Siqueira, assegurou que esta segunda edição do ‘Música do Mundo’ é de afirmação do projeto que une artistas de várias formações e estilos dentro da música instrumental. “O ‘Música do Mundo’ é um projeto que busca valorizar a música instrumental da Paraíba e várias outras atrações nacionais e, por isso, tende a ser um referencial por oferecer música de qualidade. A gente buscou reforçar o projeto com duas atrações por noite já que a cidade está cheia de turistas nesta época”, frisou.

Acordes – A noite de abertura do ‘Música do Mundo’ contará com o grupo ‘Néctar do Groove’, que é formado por músicos da Paraíba e da Suíça. Em seguida, vem a Big Band da Escola de Música ‘Toque de Vida’, também da Paraíba.

‘Néctar do Groove’ surgiu em 2006 a partir de uma canja dada pelos músicos no bar ‘Território’, que funcionava no bairro de Tambaú. A partir daí, o grupo começou a experimentar o som instrumental, resultando em uma mistura de jazz, funk, afrobeat, apoiado nas raízes da música nordestina. Com um conceito rítmico e harmônico que deixa espaço para a improvisação, o ‘Néctar do Groove’ aproxima em seu repertório universo distantes como o do funk dos anos 60 e 70 do jazz.

Além de composições próprias como ‘Afrojam’, ‘Terra’, ‘Rosa’, ‘Vôo da viúva’, o repertório inclui alguns clássicos de grandes mestres da ‘World Music’ como Manu Dibango e Eumir Deodato, sempre com o inconfundível e marcante tempero da música nordestina.

Sons de várias gerações – Na apresentação da Big Band da Escola de Música ‘Toque de Vida’ subirão ao palco 27 músicos entre professores e alunos, com idades que variam dos nove aos 70 anos. O repertório será composto, inicialmente, por chorinhos de Jacob do Bandolim, Pixinguinha e Ernesto Nazaré; depois, com a formação Big Band, o grupo apresenta clássicos populares nacionais e estrangeiros, passando por Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Villa-Lobos, Chiquinha Gonzaga e Ravel.

Os músicos que se apresentarão é uma síntese do que é o projeto da Escola de Música ‘Toque de Vida’, que alia a formação cidadã à profissionalização musical de pessoas de todas as faixas etárias. Criado em 1998 para atender 12 crianças que passavam o dia trabalhando na feira livre de Jaguaribe ou viviam na ociosidade, o projeto atualmente conta com aproximadamente 200 alunos, dos nove aos 76 anos. Idealizada pelo músico e professor universitário aposentado Vicente Nóbrega, a Escola de Música ‘Toque de Vida’ atende à população gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia.

Na apresentação de abertura do projeto ‘Música do Mundo’ será possível conhecer um pouco mais desse projeto em que crianças, adultos e pessoas da terceira idade se reciclam na formação cidadã e na profissionalização musical, com aulas de teoria musical inicial e práticas em instrumentos específicos a exemplo de flauta doce, violão, cavaquinho, saxofone, trombone, trompete, bateria, violão e teclado.