Dia do Diabetes é lembrado com ações no Ponto de Cem Réis

Por - em 23

“Diabetes: educar para prevenir” é o tema da campanha deste ano contra a doença. Em João Pessoa, as atividades alusivas ao Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, serão realizadas nesta sexta-feira (12), no Ponto de Cem Réis, das 8h às 12h. Estima-se que 37 mil pessoas tenham a doença na Capital, mas apenas 17 mil estão em tratamento nos serviços de saúde do município.

De acordo com a coordenadora da Seção de Hipertensão e Diabetes da Secretaria Municipal de Saúde, Silmery Brito, até o final de outubro foram cadastradas 16.936 pessoas pelo Hiperdia (Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos). “Essas pessoas são atendidas nas Unidades Básicas de Saúde e nos Centro de Atenção Integral à Saúde. São diversas ações combinadas para o tratamento da saúde dessas pessoas. Cremos que algumas pessoas não saibam que têm a doença e que outras fazem o tratamento em serviços particulares, por isso, o número de cadastrados difere da estimativa”, comentou.

Segundo Silmery, o primeiro passo é realizar o rastreamento e cadastramento dos portadores de diabetes, para depois começar o tratamento. “Temos endocrinologistas e angiologistas para tratar os pacientes, além de toda a equipe de nossas unidades de saúde. No caso de uma urgência, o hospital municipal referência é o Ortotrauma, em Mangabeira”, disse.

Além do tratamento convencional feito nas unidades de saúde, a pessoa com diabetes tem acesso a práticas complementares, como o projeto João Pessoa Vida Saudável, que incentiva a prática de exercícios físicos, e Terapia Comunitária, que trabalha nos grupos o lado emocional do paciente. “Além disso, sempre participamos de feiras de saúde e estações de serviços. Esses eventos nos ajudam a detectar precocemente o portador da doença”, comentou Silmary, acrescentando que “o tratamento da doença deve ser feito através de dieta, exercícios e medicamentos”.

Nesta sexta-feira, no Ponto de Cem Réis, haverá aferição de pressão arterial, escore de risco para diabetes, incentivo à prática de atividades físicas (projeto Vida Saudável), avaliação nutricional, glicemia capilar, orientações sobre a prevenção e fatores de risco para diabetes.

O que é diabetes?

O diabetes ocorre quando o pâncreas deixa de produzir insulina ou passa a produzir em quantidade insuficiente, ocasionando o aumento da glicose ou açúcar no sangue. Os dois tipos mais comuns são chamados de Diabetes tipo 1 e Diabetes tipo 2. O diabetes tipo 1 geralmente acontece na infância e adolescência e requer o uso de insulina no tratamento. Já o tipo 2 ocorre em adultos e é tratada normalmente com hipoglicemiantes orais e em alguns casos a insulina é recomendada.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito a partir das queixas dos sintomas da doença como: sede excessiva, aumento do volume e frequência da urina, fadiga, torturas, visão borrada, aumento do apetite, perda de peso e difícil cicatrização. Além da avaliação dos sintomas, é realizado o exame da dosagem de glicose no sangue (glicemia) e na urina (glicosúria).