Diretor-executivo da Funjope recebe cineasta que teve filme selecionado para festival na Suíça

Por Juneldo Moraes - em 185

O diretor-executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity, recebeu, nesta quarta-feira (11), o cineasta Diego Benevides, diretor do documentário “A fome de Lázaro”, produzido com recursos do Edital Walfredo Rodriguez, que foi selecionado para o 51º Festival VisionsduRéel, em Nyon, Suíça.

Na ocasião, o diretor-executivo da Funjope e o cineasta conversaram sobre os investimentos feitos pela Prefeitura no audiovisual, através do edital Walfredo Rodriguez, sobre o crescimento e a qualidade das produções de João Pessoa, sobre o documentário “A fome de Lázaro” e sobre a participação dos filmes paraibanos em festivais no Brasil e no exterior.

Para Diego Benevides, o edital Walfredo Rodriguez, da Prefeitura Municipal de João Pessoa, por meio da Funjope, é responsável pelo bom momento vivido pelo audiovisual paraibano. “O edital abre as portas para a ampliação da produção audiovisual. Não lembro quando o audiovisual aqui da Capital esteve tão bem”, disse o cineasta.

Diego Benevides também destacou a participação no festival VisionsduRéel, na Suíça.“O festival, voltado para o documentário, é uma vitrine para o mundo e lançar um filme no exterior, a world première, onde vai ter pessoas de todos os países, tem um altíssimo grau de importância”, ressaltou o cineasta.

“Mais um filme patrocinado pelo edital Walfredo Rodriguez, da Prefeitura de João Pessoa, através da Funjope, foi selecionado para um festival na Europa. Dessa vez,‘A fome de Lázaro’, de Diego Benevides, que estará em Nyon, na Suíça. Isso é a demonstração de que os recursos do nosso edital estão sendo bem empregados”, declarou Maurício Burity.

O filme – O documentário “A fome de Lázaro” aborda o processo de um festejo religioso tradicional que acontece anualmente na zona rural de Cachoeira dos Índios, no sertão paraibano. O evento está diretamente ligado à religiosidade popular. Com roteiro e direção de Diego Benevides, fotografia de Antônio Ternura e pesquisa de Torquato Joel.

O realizador – Diego Benevides é formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Realizador desde 2007, atuou em diversas produções na Paraíba. Seus principais filmes são “O guardador” (2007), “Família Vidal” (2010), “A Queima” (2013), “Cumieira” (2015), premiados em festivais no Brasil e exterior.

Investimento no audiovisual – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), vem investindo cada vez mais no audiovisual. No total, já foram produzidos pelo Edital Walfredo Rodriguez 45 filmes, entre longas, telefilmes, medias e curtas-metragens, com investimentos de R$ 7.975.000, somando os três editais já lançados.