Dois filmes são exibidos neste domingo na Estação Cabo Branco

Por - em 43

Os filmes “Eu Sou o Servo” e “O Quinze” serão exibidos neste domingo (2), a partir das 18h, no anfiteatro da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte, localizada no Altiplano. As exibições integram o projeto Cine Latitude 7 e têm entrada aberta ao público de todas as idades.

Quem abre a programação é o curta-metragem “Eu sou o Servo” (2001), uma produção paraibana do diretor Eliézer Rolim, com produção executiva de Durval Leal Filho, direção de fotografia de Dib Lufti e roteiro de Hilton Lacerda. No elenco estão os atores Everaldo Pontes, Buda Lira e Orlando Vieira. A obra ficcional conta a história do Padre Ibiapina, também conhecido como “O Apóstolo do Nordeste”, que após 30 anos de peregrinação por várias partes do mundo, se encontra paralítico, com fortes crises de asma e constantes delírios. A história do padre é contada por um narrador, seu beato mais fervoroso de nome Inácio.

Padre José Antônio Pererira Ibiapina era um homem culto, filho de Francisco Miguel Pereira e Teresa Maria. Formou-se em Direito, ocupou cargos na magistratura e na Câmara dos Deputados. Decepcionado, abandonou a vida civil para seguir o catolicismo. Começou sua obra missionária aos 47 anos, visitando várias regiões do Nordeste, erguendo inúmeras casas de caridade, igrejas, capelas, cemitérios, cacimbas d’água, açudes e outras obras em quase todas as cidades do interior.

Na segunda sessão será exibido o longa-metragem “O Quinze” (2005), filme baseado na obra homônima da escritora Rachel de Queiroz, que conta a história de uma jovem professora (Conceição), que trabalha em Fortaleza (CE) e vai passar férias na casa da avó, no município de Quixadá (CE). No local, além de sobreviver ao flagelo da seca, se envolve com o primo fazendeiro Vicente. Temendo a seca, a mãe de Conceição (Inácia) embarca a jovem para a Capital. A partir daí, sofrimentos e desencontros marcam o desenrolar da história.

No elenco estão os atores Jurandir Oliveira (Chico Bento), a paraibana Soia Lira (Cordulina), Karina Barum (Conceição), Juan Alba (Vicente) e Maria Fernanda Meirelles (Mãe Inácia), e ainda Carry Costa, Vívian Duarte, Fernanda Garcez, Marisa Maia e Haroldo Serra. A direção e o roteiro são de Jurandir Oliveira.

“O Quinze” recebeu o Kikito de Ouro de Melhor Edição no Festival de Gramado (2004) e ganhou os prêmios de Melhor Ator (Jurandir Oliveira), Melhor Atriz (Sôia Lira), Prêmio Especial Longa-Metragem de Crítica e de Melhor Produção em Longa-Metragem – Associação dos Produtores e Cineastas do Norte e Nordeste, no Cine Ceará. Também teve prêmios de Melhor Diretor, Melhor Som e Melhor Edição no Festicine Goiânia.

CINE LATITUDE 7 – O projeto tem o objetivo de exibir as produções audiovisuais de curta e longa metragens da Paraíba, bem como as obras cinematográficas nacionais, buscando a formação de plateia e a difusão do cinema brasileiro no Estado. De acordo com a chefe da Divisão de Programação e Eventos da Estação Cabo Branco, Glaucia Azevedo, o Latitude 7 é mais uma programação que a Estação Cabo Branco está oferecendo para o público visitante com a finalidade de fomentar e difundir a cultura e as artes e dar oportunidade às pessoas que não têm acesso aos cinemas e outros espaços culturais de conhecer o que há de melhor na produção cinematográfica local e nacional.

SERVIÇO:

Projeto CINE CLUBE LATITUDE 7
Exibições: Eu sou o Servo (Eliezer Rolim) e O Quinze (Jurandir Oliveira).
Local: Anfiteatro da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte – Avenida João Cirilo Silva, s/n, Altiplano Cabo Branco.
Domingo (2)
Horário: 18h
Entrada: Gratuita
Informações: 3214.8303/8270
Email: ecbartes@joaopessoa.pb.gov.br
Contato para a Imprensa
Durval Leal – 8811.2216 / 9982.5369