Ecarte comemora os 19 anos do Estatuto da Criança e Adolescente

Por - em 21

Pelo terceiro ano consecutivo, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realizou na última sexta-feira (31), no Ginásio do Centro Administrativo Municipal (CAM), o “III Ecarte – Estatuto da Criança e do Adolescente através da Arte”, encerrando o calendário de atividades comemorativas aos 19 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O Ecarte é um festival de arte, onde as crianças e adolescentes atendidos pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) apresentam, através de espetáculos teatrais, música ou artes plásticas o que foi compreendido por eles acerca de seus direitos e deveres garantidos pelo ECA, durante uma série de atividades realizadas nos núcleos do programa. As peças são criadas e encenadas pelos próprios alunos com apoio dos monitores, assim como os desenhos, músicas e danças. Na área de artes plásticas foram expostos 53 trabalhos escolhidos pelas próprias crianças para representar seus núcleos.

Uma comissão julgadora formada por educadores e artistas escolheu, em cada categoria, os trabalhos que melhor representaram o tema, que receberam troféus. Também serão realizados passeios, em dias alternados para todos os participantes das atividades.

A diretora de Organização Comunitária e Participação Popular da Sedes, Cassandra Figueiredo, explica que o festival é resultado de uma integração do Peti, através dos seus núcleos, com os Centros de Referência de Cidadania (CRC’s).

“O Ecarte é fruto de um trabalho de arte educação que propicia a edificação de um conhecimento mais complexo e mais humano. Através da exploração da criatividade e reconhecimento de potencialidades artísticas, o educando passa a assimilar e conseqüentemente expressar o que foi apreendido, isso tudo de forma lúdica e prazerosa. Neste festival, entramos em contato com a expressão do conhecimento e sentimentos apreendidos, através da linguagem cênica, plástica e musical, contribuindo assim para uma educação cidadã”.

Autores do “Rap do Estatuto”, Jeferson Gilson (14), Edson da Silva (15), Eloisa Lacerda (13), David Santos (15), Ivaldo Gomes (16), Gleidson dos Santos (13), Elaine Lacerda (13), Raoni Rocha (15), e Marcos Júnior (13) fazem parte do Peti Centro Livre Meninada 1, de Jaguaribe. “Esta é a primeira vez que nos apresentamos em grupo. Mas a maioria já participou do Ecarte outras vezes. Acho muito importante porque aqui a gente mostra o que sabe e aprende coisas novas”, disse Jeferson Gilson.

Já Eloisa Lacerda explica que o grupo começou por acaso. “Começamos com uma brincadeira rimando um com o outro durante a oficina de música. Cada um fazia uma estrofe. A professora viu, gostou e nos incentivou”.

Também se apresentaram durante o III Ecarte, os grupos de percussão “Toque do Timbó” (CRC Bancários), de dança “Força que nunca cessa” (Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoa com Deficiência) e de xote (Peti CRC Mandacaru).

Relação dos trabalhos premiados:

Artes Plásticas:
1º lugar – Joseane – Comunidade Casinha Mangabeira
2º lugar – Bruno Silva – Centro Livre Meninada
3º lugar – Gabriel Costa – Peti CRC Roger

Artes Cênicas:
1º lugar –Teatro do Peti – Funcionários II
2º lugar – Caras Novas – Comunidade Mumbaba
3º lugar – Karina Sonha Voar – Comunidade Maria de Nazaré

Música:
Ciranda do Peti – CRC Cruz das Armas