Ednaldo do Egypto passa a funcionar como centro de artes da PMJP

Por - em 29

A partir desta quinta-feira (22), o Teatro Ednaldo do Egypto passa a ser administrado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP). A solenidade que oficializa esta iniciativa será na quinta, às 19h, no próprio equipamento, com a apresentação do espetáculo solo ‘Anátema’, encenado pela atriz Juliana Galdino, uma das mais premiadas do país. Esta medida põe fim ao risco de fechamento do Teatro, que vai contribuir diretamente para a formação artística dos alunos das escolas municipais.

A Prefeitura vai utilizar o Teatro como pólo formador em artes para os alunos da rede pública municipal. Segundo Luiz Carlos Vasconcelos, coordenador de Formação em Artes, a aquisição do teatro está dentro de um projeto ainda mais amplo do Governo Municipal. “O projeto vai culminar com a criação da Escola Municipal de Artes, prevista para ser inaugurada em 2008”, afirmou. “No Teatro Ednaldo do Egypto, vamos reunir um trabalho de formação em teatro, dança, música e artes visuais”, completou.

A estratégia é aproveitar ao máximo as instalações do Teatro para oferecer cursos de teatro, música, dança e literatura, com poesia e dramaturgia. Os professores de arte da própria rede municipal de ensino serão os formadores dos futuros “artistas”.

Mesmo com esta mudança na administração do Teatro, o Ednaldo do Egypto vai continuar com a grade normal de programação dos espetáculos. Isso permitirá que a casa permaneça dentro do perfil que sempre teve – o de pólo do teatro infantil em João Pessoa.

A atriz
– Juliana Galdino vai apresentar o espetáculo solo ‘Anátema’. Ela foi formada por um dos diretores mais importante do Brasil, Antunes Filho, coordenador do Centro de Pesquisa Teatral (CPT) do Sesc São Paulo. Hoje, é uma das artistas mais premiadas do país.