Em clima de nostalgia, o baiano Hildon abre o Seis e Meia de outubro

Por - em 22

O cantor e compositor baiano Hildon, que fez grande sucesso nas décadas de 70 e 80, será a atração principal do Projeto Seis e Meia nesta quarta-feira (3). A abertura da programação desse mês será em ritmo de nostalgia. A atração local será o guitarrista paraibano Jotaerre Espínola, atuante instrumentistas que transita por vários gêneros música mundial.

O Projeto Seis e Meia é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa em parceria com a Acorde Produção e com o patrocínio da Saelpa. O evento musical, que acontece nas primeiras três quartas-feiras de cada mês, recebe o apoio cultural do Ambassador Flat, Empreendimento Villas de Areia e dos bares e restaurantes Cia do Chopp, Vila Cariri, Botequim Vila São Paulo e Dona Branca.

As apresentações acontecem às 18h30 na Praça de Eventos do MAG Shopping em Manaíra. Os ingressos custam R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (estudante) e podem ser comprados antecipadamente ou na hora do show no posto de vendas montado ao lado da bilheteria dos cinemas, no primeiro piso do MAG.

Referência de qualidade – Hildon nasceu no estado da Bahia e despontou no cenário musical brasileiro no final dos anos 70 com o hit “Na Rua, na Chuva, na Fazenda”. Também atua com sucesso como produtor musical.

Ao lado de Tim Maia e Cassiano, Hildon forma a ‘Grande Trindade da Suol Music Brasileira’, com seguidores e fãs espalhados pelo Brasil e mundo. Tem parcerias memoráveis com Tim Maia, Caetano Veloso, Paulo Coelho e Luiz Melodia.

Além de “Na Rua, na Chuva, na Fazenda”, que também foi gravada por várias bandas, entre elas a pop Kid Abelha, Hildon colocou nas paradas de sucessos outras músicas, a exemplo de “Dores do Mundo”, “Na Sombra de uma Árvore” e “Acontecimento”.

Considerado uma referência de qualidade entre os intérpretes e compositores, Hildon teve algumas de suas músicas gravadas por Fagner, Jota Quest, Wando, Vanderléa e muitos outros.

Nesta quarta-feira, o artista fará uma apresentação intimista de voz e violão e vai fazer uma retrospectiva de sua vitoriosa carreira.

Guitarra eclética
– O guitarrista paraibano Jotaerre Espínola mora atualmente em São Paulo. É um dos mais estudiosos instrumentistas paraibanos. Desde 1978 se dedica a aprender mais sobre música e guitarra. Estudou Música Popular Brasileira, na Escola Música de Minas (MG); fez curso de Harmonia, com Sérgio Benevennuto e Ian Guest , em Los Angeles (EUA); graduou-se em Guitarra e Engenharia de Som na GIT & RIT Musicians Institute e cursou Engenharia de Som na escola Rio Música (RJ) e no Instituto de Áudio e Vídeo de São Paulo.

Participou de várias bandas, trabalhando com diversos artistas de tendências e estilos diferentes. No ano de 2003 gravou seu primeiro disco, “Cine Parahyba”. Atualmente toca nas bandas Tambores da Serra e Os famosos… Quem?.

No Seis e Meia, ele tocará músicas do repertório da banda “Os Manos”, formada em 2001 junto com os irmãos suíços Stephan e Peter Bülher, Mano de Carvalho e Tatá, que dá ênfase a trilhas sonoras de filmes e antigos seriados da TV, tais como: 007, Missão Impossível, A pantera cor de rosa, Batman, Jinnye é um Gênio, Agente 86, etc. Será acompanhando pelos músicos: Stephen Bülher (sax), Pedro Bulher (percussão), Victor Ramalho (bateria) e Orlando Freitas (baixo).