Emlur capacita servidores para melhor combater a dengue em JP

Por - em 30

Cerca de 800 servidores da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) estão participando de uma capacitação sobre o combate ao mosquito da dengue (Aedes Aegypti). Nesta segunda-feira (5) foi realizada uma palestra no auditório do Colégio Hipócrates com os responsáveis por todos os setores da Autarquia, com enfoque nas ações desenvolvidas pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP). Nas próximas terça e quarta-feira será a vez dos agentes de limpeza e fiscais. A iniciativa está sendo realizada em parceria com o Centro de Zoonoses da PMJP.

Na palestra desta segunda-feira, a gerente de Vigilância de Saúde Ambiental e Zoonoses, Djanira Lucena, e Milton Guedes, chefe do Setor de Controle de Vetores, levaram informações sobre a dengue, como a doença é transmitida e o que pode ser feito para evitar a proliferação do mosquito, como também sobre a importância de envolver a população, já que o Governo Municipal vem adotando medidas permanentes no controle da doença.

Os participantes da palestra ainda tiveram a oportunidade de ver de perto larvas e o mosquito Aedes Aegypti, que estavam expostos em aquários. Entre os cuidados que devem ser adotados para combater o mosquito transmissor estão os seguintes: não deixar água acumulada, manter caixas de água fechadas, ter cuidado com os descartáveis que podem acumular água e colocar o lixo em sacos fechados.

Nas próximas terças e quartas-feiras os servidores da Emlur que trabalham em campo, como agentes de limpeza e fiscais, participarão de cafés da manhã, a partir das 6 horas, onde receberão informações sobre o mosquito da dengue e a forma de evitar a proliferação da doença dentro de suas casas e no ambiente de trabalho.

A superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, explicou que a iniciativa tem o objetivo de levar novas informações para os servidores da Autarquia para que eles possam colaborar de forma mais efetiva no combate ao mosquito da dengue em João Pessoa. “Nossos servidores estão em contato direto com a população e, por isso, estamos levando informações a eles para que se tornem multiplicadores daquilo que aprenderam. Queremos os nossos funcionários engajados nessa luta contra o mosquito da dengue”, comentou.

Laura Farias Gualberto lembrou ainda que os agentes de limpeza são peças fundamentais no combate ao vetor causador da dengue, por isso, eles precisam estar bem informados sobre os problemas que são gerados pelo mosquito e a forma de combatê-lo. “Todos os dias estamos nas ruas fazendo a limpeza da Cidade, evitando que o lixo jogado em local inadequado acumule água e se transforme em um criadouro para o mosquito”, acrescentou.