Emlur faz ‘Operação Limpeza’ em três bairros de João Pessoa

Por - em 24

A operação limpeza com serviços intensificados de capina, varrição, roçagem e pintura de meio-fio chegou ao Castelo Branco, Miramar e Bancários. Desde o início da semana, agentes de limpeza da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) trabalham para deixar esses bairros limpos e mais bonitos. Ao todo são 100 funcionários divididos em sete equipes.

Em Miramar, os agentes estão pintando os meios-fios. No Castelo Branco, os serviços incluem limpeza nas praças, ruas, no mercado público e poda de árvore pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb). Já nos Bancários, 12 agentes fazem o trabalho de roçagem no entorno da Escola M. Olívio Ribeiro Campos.

Além da limpeza, a ação tem como objetivo promover a conscientização dos moradores para que atuem na colaboração com a equipe de limpeza da Autarquia, evitando colocar entulho em terrenos públicos ou sujar as ruas. De acordo com diretor do Departamento de Resíduos Sólidos, Varrição e Coleta (Devac), Noé Estrela, a população tem todo o direito de cobrar por um serviço eficiente de limpeza, mas também precisa contribuir mantendo seu bairro limpo.

Para ter uma cidade bem cuidada, a população deve colocar seu lixo nos dias e horários em que o caminhão coletor passa. “As pessoas estão jogando lixo na rua ou em terrenos baldios e com isso, o prejuízo volta para eles mesmos, pois a sujeira e o entulho vão parar nos bueiros causando o entupimento e provocando alagamento no inverno” disse Noé Estrela.

O Parque Sólon de Lucena (Lagoa), no Centro da cidade, será a próxima área a receber a ação de limpeza. Noé Estrela disse que já foram feitas operação de limpeza na maioria dos bairros da Capital. “Já passamos por quase todos os bairros do município. Esse serviço de limpeza é continuo, pois todas as semanas fazemos programação atendendo solicitações da população ou onde consideramos necessária a intervenção”, destacou o diretor.

Poda, metralha e limpeza de terreno – O diretor do Devac informou que o serviço de poda segue um cronograma de atendimento. Por isso, os moradores ao realizarem a poda devem ligar para o tele-atendimento da Emlur ‘Alô Limpeza’- 0800 083 2425 para agendar o recolhimento. Outro ponto importante a ser explicado é que a limpeza de terrenos particulares é de responsabilidade do proprietário. “A Prefeitura não pode limpar um terreno particular. Por isso, a Emlur tem uma equipe de fiscalização que notificam os proprietários para que façam esse serviço”, disse.

Já a metralha de construção ou reforma deve ser levada para a Usina de Beneficiamento (Usiben), que fica na Rua Antonieta Sátiro, s/n, no Jardim Laranjeiras, José Américo. Na Usiben esse material é transformado em areia, bica corrida, cascalho, brita e pedra rachão, usados em obras de pavimentação da PMJP. Noé Estrela lembrou que depositar metralha e lixo em terreno baldio é crime ambiental, segundo a lei 11.172, da resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).