Emlur implanta coleta seletiva nas salas do Paço Municipal

Por - em 21

A coleta seletiva já está sendo implantada no Paço Municipal, na praça Pedro Américo, bairro do Varadouro, em João Pessoa. Nesta quinta-feira (13), os servidores que trabalham no local passaram por uma sensibilização, recebendo informações sobre os benefícios que são gerados por essa prática e a forma correta de fazer a separação de resíduos. A implantação da coleta seletiva nas repartições municipais está sendo realizada através do projeto ‘Santo de casa faz milagre’, que é coordenado pela Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).

Durante a sensibilização feita pelos educadores ambientais da Emlur, os servidores foram informados sobre os problemas para o meio ambiente que são gerados pelo lixo. Eles ainda ficaram sabendo que a coleta seletiva é uma alternativa de preservação – evitando que novas matérias-primas sejam extraídas e que o material passível de reaproveitamento vá para o Aterro Sanitário Metropolitano – e de geração de renda para as famílias dos agentes ambientais, que vivem da venda do material reciclável.

Coletores instalados – Para que a coleta seletiva fosse implantada dentro do Paço Municipal, foram colocadas em todos os setores coletores nas cores azul (papel), vermelho (plástico) e marrom (lixo orgânico). Em locais estratégicos foram instalados recipiente maiores, nas cores azul, vermelho, amarelo (metal) e verde (vidro).

Quem ficou responsável pela padronização dos coletores de todas as salas dentro do Paço Municipal foi o chefe de gabinete da Secretaria de Gestão Governamental e Articulação Política, José Leôncio da Silva Junior (Padre Junior). Ele contou que uma pessoa coletava todas as tardes o material reciclável produzido durante o expediente e, por isso, os servidores pediram para que ele fosse incluído no processo.

Compromisso – A superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, disse que a implantação da coleta seletiva nas repartições municipais, escolas públicas e privadas, entre outras entidades, mostra o compromisso e a responsabilidade da gestão com a causa ambiental. “A Emlur é pioneira na implantação da coleta seletiva em repartições públicas do Estado e na disseminação da política de eco-eficiência sustentável dos 3 ‘Rs’, que consistem em reduzir o consumo, reaproveitar materiais e promover a reciclagem”, comentou

O projeto ‘Santo de casa faz milagre’ foi responsável pela implantação da coleta seletiva dentro da Emlur e no Centro Administrativo Municipal (CAM). “Na Autarquia a coleta seletiva funciona muito bem. Todo material é separado e levado até os núcleos de coleta seletiva ou para a nossa Oficina de Artes. Lá, esse material é reaproveitado e transformado em peças de decoração ou em utensílios usados durante o expediente”, explicou o diretor administrativo financeiro da Emlur, Coriolano Coutinho. Ele informou ainda que no CAM a coleta seletiva também funciona muito bem.