Emlur inicia capacitação para coleta seletiva em Mangabeira

Por - em 34

A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) dará início nesta quarta-feira (17) à capacitação e treinamento dos estagiários que irão percorrer as residências de Mangabeira explicando o que é o Programa Acordo Verde e pedindo para que os moradores façam a adesão e se comprometam a fazer a separação dos resíduos sólidos. O Programa Acordo Verde é uma metodologia usada pela Autarquia dentro da coleta seletiva de resíduos sólidos feita em João Pessoa.

O curso terá duração de 12 horas e será ministrado até sexta-feira (19), pela manhã, no Centro de Capacitação dos Professores (Cecapro), da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec).

O conteúdo programático das aulas, que também serão assistidas pelos agentes ambientais, inclui: noções de cooperativismo, educação ambiental e procedimentos de segurança no trânsito. Além da participação de equipes da Emlur, o programa de capacitação tem o apoio da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Ao todo, são 30 estagiários que irão trabalhar juntos com os agentes ambientais na implantação do Acordo Verde em toda a região onde foi instalado o novo Núcleo de Coleta Seletiva em Mangabeira. O galpão de triagem foi inaugurado no último dia 28 de outubro pelo prefeito da Capital, Luciano Agra, e já deve entrar em funcionamento no próximo dia 22 de novembro, quando os moradores da área atendida começarão a ser cadastrados.

Os estagiários trabalharão como facilitadores desse primeiro contato entre moradores e agentes. Eles serão os responsáveis por apresentar o Acordo Verde nas residências e auxiliar no preenchimento do termo de adesão, que traz os compromissos que devem ser cumpridos pelas duas partes.

O cadastro é simples. Após receber as informações sobre o funcionamento do Acordo Verde passadas pelo estagiário, o morador assina o termo de adesão se comprometendo a fazer a separação dos resíduos sólidos dentro de sua casa e doar o material para o agente ambiental. Já o agente, que também assina o acordo, se compromete a fazer a coleta nos dias marcados com o morador e entregar os sacos para que possa ser feita a separação do lixo doméstico.

Durante o curso de capacitação, os agentes e estagiários vão conhecer o zoneamento da região, que foi dividida em 10 setores. Cada agente ficará responsável por um roteiro de coleta e assume a responsabilidade de manter em dia a visitação das residências deste percurso. Outro ponto apresentado no treinamento será a importância do uso do crachá de identificação e do fardamento completo desde o primeiro contato com o morador.

No processo de adesão, o morador recebe um panfleto com informações adicionais e os telefones de contato da Emlur para que possam ser sanadas quaisquer dúvidas sobre o acordo e feitas reclamações em caso de descumprimento do que foi firmado por parte dos agentes ambientais.