Emlur participa da implantação da coleta seletiva no Hospital de Guarnição

Por - em 23

A coleta seletiva será implantada no Hospital de Guarnição de João Pessoa, que fica localizado na estrutura do 1º Grupamento de Engenharia de Construção. Todo este processo está contando com o apoio da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que disponibilizou educadores ambientais para fazer a sensibilizações. Na manhã desta terça (11), os técnicos da Autarquia levaram informações aos militares sobre como separar o lixo corretamente e ainda a importância de se fazer a coleta seletiva, como forma de preservar o meio ambiente e gerar renda para as famílias dos agentes ambientais (catadores).

O Hospital de Guarnição será o primeiro setor do Grupamento de Engenharia a ter a coleta seletiva implantada. Por isso, as pessoas que trabalham no local já começaram a participar dos encontros de sensibilização do projeto. Durante a palestra, os técnicos do Departamento de Valorização e Recuperação dos Resíduos Sólidos (Devar) da Autarquia explicaram aos participantes que a coleta seletiva é um sistema de recolhimento de materiais recicláveis, alertando para a necessidade da separação dos resíduos e posterior doação desse material para associações de agentes ambientais.

Os militares também receberam informações sobre os três ‘Rs’ – que são reduzir o consumo, reutilizar os materiais e reciclar – e ficaram sabendo que através deles se pode diminuir drasticamente a quantidade de lixo que é produzida. Outra informação repassada foi sobre a coleta seletiva em João Pessoa, que atualmente atende 19 bairros da Cidade e ainda é responsável pela renda das famílias de 327 catadores.

O coronel Tarcisio Freire Emery afirmou que essa parceria com a Emlur é de extrema importância não só para o 1º Grupamento de Engenharia de Construção, mas também para o Hospital de Guarnição, que será a célula inicial da coleta seletiva dentro do Grupamento. Ele contou que, posteriormente, essa forma de separação de resíduos será estendida para o 15º Batalhão de Infantaria Motorizado – Regimento Vidal de Negreiros – e para 16º Regimento de Cavalaria Mecanizado. “Sabemos o quanto somos todos responsável no nosso dia-a-dia pelo meio ambiente e pela nossa saúde, por isso, iremos implantar a coleta seletiva o mais breve possível”, comentou o militar.

A superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, destacou a importância de entidades como o Grupamento de Engenharia de fazer a implantação da coleta seletiva. “Esse tipo de iniciativa mostra a responsabilidade que os atuais gestores e representantes de instituições têm com a preservação do meio ambiente e com a geração da renda de famílias inteiras que vivem da venda de materiais recicláveis”, comentou.

Laura Farias Gualberto contou ainda que a Emlur sempre promove palestras de sensibilização para a educação ambiental. Somos convidados constantemente para levar informações sobre o processo de coleta seletiva. Aproveitamos a oportunidade para falar sobre o meio ambiente, dos problemas que são gerados pelo lixo colocado em local inadequado e a forma correta de dar um novo uso aos resíduos sólidos que produzimos, explicou.

Segundo lembrou a superintendente, a coleta seletiva já está implantada dentro da Emlur e agora está sendo levada para as demais repartições públicas municipais e escolas da rede municipal. “É importante para a população e para a cidade que o maior número possível de entidades implantem a coleta seletiva dentro de suas sedes e que vistam a camisa de preservação do meio ambiente”, destacou.