Emlur treina agentes responsáveis pela coleta alternativa em 31 comunidades

Por - em 33

Os agentes comunitários de limpeza urbana, responsáveis pelo trabalho de coleta alternativa em comunidades localizadas em área de difícil acesso, estão passando por uma série de treinamentos. A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) está realizando sensibilizações com essas pessoas, para que o trabalho delas seja otimizado e que possam se tornar multiplicadores de educação ambiental nas localidades onde atuam.

Atualmente trabalham em João Pessoa 29 agentes comunitários, que fazem a limpeza de 31 comunidades, onde o caminhão compactador não tem acesso. Essas pessoas contratadas pela Emlur usam meios alternativos como carroças e carros de mão para fazer o recolhimento dos resíduos.

No primeiro encontro, os agentes passaram por uma sensibilização que abordou o tema auto-estima. Na ocasião, eles também receberam kits com os novos fardamentos, que são compostos por bermudas, camisas, botas e luvas. Foram entregues, ainda, crachás contendo foto, nome e número de matrícula, para que eles possam ser identificados nas ruas.

Na abertura do treinamento, a superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, destacou a importância dos agentes comunitários para o processo de limpeza da cidade. “Eles atuam em locais onde não conseguíamos chegar. São responsáveis pela ponte entre a Emlur e as comunidades”, disse.

O diretor Administrativo Financeiro da Autarquia, Coriolano Coutinho, informou que os treinamentos com os agentes comunitários serão realizados periodicamente. “Queremos sensibilizá-los para a educação ambiental, para que possam ser multiplicadores desses conceitos dentro das comunidades onde vivem. Os agentes conhecem de perto a realidade da comunidade, além de saber quem são todos os moradores, o que facilita as conversas e o repasse de informações”, destacou.