Emlur utiliza 80 agentes e limpa o trajeto da Romaria da Penha

Por - em 28

A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) iniciou a limpeza dos 14 quilômetros que integram o percurso da tradicional Romaria da Penha, marcada para o dia 30 deste mês. Oitenta agentes de limpeza estão trabalhando para que todo o percurso esteja pronto até lá.

O trajeto – que vai da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes (Centro) até o Santuário da Penha – passa por serviços de varrição, roço, capinação, coleta e pintura de meio-fio. Em alguns trechos, o percurso é realizado duas vezes pelos agentes de limpeza e em outros até quatro vezes, já que muitas ruas e avenidas que integram o percurso contam com os canteiros centrais. A Emlur também terá um cuidado especial com o entorno do santuário.

Segundo informou a superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, para o dia da ‘Romaria da Penha’, a Emlur montou uma equipe especial com 80 agentes de limpeza. “Alguns servidores acompanharão o cortejo e outros ficarão em pontos estratégicos, fazendo a coleta dos resíduos que são deixados para trás pelos romeiros. Manteremos a cidade limpa antes, durante e depois da romaria”, garantiu.

A Romaria da Penha tem um percurso de 14 quilômetros, que vai da Igreja de Lourdes, na Avenida João Machado, Centro, passando pela Avenida Pedro II, trevo da Cidade Universitária, avenida principal dos Bancários e contorno da entrada do bairro de Mangabeira. A partir daí, o cortejo segue pela Avenida Hilton Souto Maior, que dá acesso à Igreja de Nossa Senhora da Penha, na praia do mesmo nome.

A imagem de Nossa Senhora da Penha sai da Igreja de Lourdes, porque ali era a matriz da paróquia da qual o Santuário da Penha fazia parte. Hoje, o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, no Cabo Branco, que integra o roteiro histórico e turístico do litoral paraibano e foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) em 26 de agosto de 1980.