Emoção na aposição da placa do Centro ‘Ednalva Bezerra’

Por - em 22

Emoção na cerimônia de aposição da placa que dá o nome de ‘Ednalva Bezerra’ ao Centro de Referência da Mulher, localizado no número 141 da Avenida Coremas, no Centro de João Pessoa. A solenidade ocorreu na manhã desta segunda-feira (16), com as presenças do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), e da família da homenageada. À tarde, às 15h, uma sessão especial na Câmara de Vereadores também homenageia a líder feminista, quando seus familiares recebem uma medalha pela luta em favor dos direitos do gênero.

O Centro da Mulher funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h, e possui serviço gratuito 24 horas, através do telefone 0800 283 3883, com informações e encaminhamentos necessários. De acordo com dados levantados pelo Centro, o serviço atende em média 24 novos casos a cada mês. A violência doméstica é a principal causa dos atendimentos, chegando a 86%.

Avanços – Na ocasião, o prefeito reafirmou que o Centro de Referência está se transformando num ponto de interligação com outras políticas públicas de gêneros, como a titularidade na habitação e a linha de crédito especial no Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP).

“O grande avanço de João Pessoa foi colocar na agenda de políticas públicas, a questão da igualdade de gêneros. A exigência desta gestão é que a titularidade da habitação fosse da mulher. A emancipação financeira, também mereceu destaque, pois criamos uma linha de crédito para elas conquistarem seus espaços”, enfatizou Ricardo Coutinho.

Já a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM), Douraci Vieira dos Santos, explicou que o Centro é o articulador na rede de atendimento à mulher que sofre violência, como os hospitais, movimento das mulheres e a área jurídica.

“Todos os mecanismos para que a Lei Maria da Penha, aprovada no Congresso em 2006, têm que funcionar, mas não é o que vemos. Faltam juizados especiais para a defesa dos direitos humanos da mulher, em nosso Estado só existem cinco delegacias da mulher e apenas uma em João Pessoa, que só funcionam durante a semana”, lembrou Douraci.

Homenagem – A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) inaugurou o Centro de Referência da Mulher no dia 14 de setembro de 2007. Ednalva Bezerra faleceu aos 47 anos, no dia 10 de setembro de 2007, quatro dias antes da inauguração do serviço, vítima de uma infecção provocada por meningite, em São Paulo (SP). Na oportunidade da inauguração, um vídeo relembrou os mais importantes momentos de sua luta por espaços e direitos trabalhistas e humanos das mulheres, bem como sua contribuição contra a violência doméstica.