Empreender abre inscrições permanentes na segunda-feira

Por - em 17

O Governo Municipal de João Pessoa inicia, na próxima segunda-feira (03), o período de inscrições permanentes para o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP). O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (30) durante a solenidade de inauguração das novas instalações da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp). O Empreender-JP, que prevê a concessão de crédito de até dez salários mínimos com juros de 0,9% ao mês à população de baixa renda, já beneficiou mais de 5.892 e investiu cerca de R$ 14,2 milhões.

Os interessados em obter os financiamentos devem procurar a sede da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), localizada na Avenida Cardoso Vieira, 85, no Bairro do Varadouro, no horário das 8h às 17h. De acordo com o secretário Raimundo Nunes, a inscrição não implica na concessão de empréstimo. “Haverá uma seleção que obedecerá aos critérios estabelecidos pela lei que criou o Fundo Empreender”, disse.

Segundo o secretário, os inscritos serão submetidos a cadastramento previamente agendado no momento da inscrição e se submeterão a uma seleção eliminatória, onde serão avaliados fatores como a viabilidade de mercado, conhecimento mínimo da atividade, gozar de bom conceito social, demonstrar aptidão empreendedora e ter o seu Plano de Negócio aprovado pelo Comitê Gestor do Fundo Empreender.

O secretário de Planejamento de João Pessoa, Luciano Agra, participou da solenidade representando o prefeito Ricardo Coutinho, que viajou à Brasília para audiências com ministros e deputados federais. Para ele, o Empreender-JP faz parte de um grande projeto do Governo Municipal que visa gerar emprego e renda e elevar a qualidade de vida de João Pessoa. “O Governo tem vários projetos e programas que convergem para estes objetivos: proporcionar emprego e gerar e reter a renda no município”, ressaltou.

As novas instalações da Sedesp abrigam o Empreender-JP, o Sine-JP e o Cinturão Verde. Mais moderno e confortável, o prédio também abrir espaço para os empreendedores atendidos pelo Empreender-JP comercializarem seus produtos. “Este é o início de um grande projeto chamado Empório Empreender, uma loja de departamentos que vai abrigar um pouco de tudo que é produzido a partir do programa”, explicou Raimundo Nunes, secretário da Sedesp.

Convênios – Na solenidade também foram assinados convênios com o Banco do Brasil, agência Varadouro, através do qual, o empreendedor assistido pelo projeto Cinturão Verde terá acesso aos financiamentos da linha Pronaf processado integralmente na base operacional na Sedesp. “Isto significa um avanço importantíssimo tanto para o agricultor, que não mais precisará enfrentar filas e burocracia bancária, em prejuízo do seu tempo nas tarefas da roça, como para os técnicos do projeto que agora tem toda condição objetiva para planejar, contratar, liberar/sustar, acompanhar/monitorar todo desenrolar da operação de financiamento do Pronaf”, disse o coordenador do projeto Roberto Vital.

O crédito, no entanto, somente será concedido àquele empreendedor que se associar a Cooperativa de Produtores Agroecológicos de João Pessoa (Prohort-JP) e estabelecer compromisso com a entrega da sua produção para ser comercializada por seu intermédio. Para isto a Prohort-JP estará recebendo um financiamento do Empreender-JP na ordem de R$ 1.000 por associado, correspondente a integralização de suas quotas-partes na organização, para assegurar o pagamento à vista nestas operações de comercialização.

O Cinturão Verde também recebeu a doação de dois veículos através do Ministério da Agricultura. Foram entregues uma Parati e uma Van com 12 lugares, que multiplicarão a capacidade de transporte da equipe técnica e dos agricultores feirantes. “Vai proporcionar mais agilidade nas concessões de crédito e no acompanhamento aos agricultores”, explicou Vital.

Novos contratos – Por último, foram assinados mais 214 contratos de liberação de financiamentos do Empreender. O programa permanente de crédito orientado do Governo Municipal de João Pessoa tem objetivo de gerar emprego, renda e inclusão social. É também a modalidade de empréstimo com a menor taxa de juros do mercado atualmente. Ele foi criado em abril de 2005, mas a primeira liberação de crédito só aconteceu em julho daquele ano.