Empreender: agentes de crédito participam de capacitação no Sebrae-PB

Por - em 24

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) está promovendo, durante toda esta semana, o curso de aperfeiçoamento dos Agentes de Créditos, que atuam no Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP). As aulas estão sendo ministradas, no Sebrae, pela instrutora Denise Raniere, que integra uma das mais importantes cooperativas de formação de empresários do país, localizada em Minas Gerais. A realização é da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp).

Até a próxima sexta-feira (22), os 27 agentes de crédito do Empreender-JP vão aprender o desenvolvimento do potencial do empreendedor, as habilidades técnicas necessárias para o exercício da função de agente de micro-finanças. “Eles tem que ter consciência do seu papel como agente de transformação no processo sócio-econômico para a cidadania”, disse o secretário Raimundo Nunes (Sedesp).

Os agentes de crédito participam de exercícios práticos que buscam simular pequenos empréstimos aos empreendedores, oferecendo a eles recursos para finalidade de produção voltados para o negócio. “Quem desejar ser um agente de micro-finanças precisa vivenciar o papel e o ambiente em que trabalha o empresário de pequenos negócios no intuito de entender os processos econômicos e sociais envolvidos”, ressaltou Raimundo Nunes.

O corpo de agente de crédito do Empreender-JP é formado por profissionais de nível superior, sendo que alguns já possuem mestrado em diversas áreas. “São pessoas com capacidade acadêmica e profissional comprovadas”, enaltece o secretário. O curso tem uma carga horária de 80 horas/aula e é mais uma ação da Sedesp, que utiliza recursos do Fundo Empreender, com o intuito de capacitar e qualificar os servidores do Município de João Pessoa responsáveis pela formação dos empreendedores do futuro.

De acordo com o secretário, a capacitação e a atuação dos profissionais colaborarão para o crescimento do município e das comunidades em que os empreendimentos estão inseridos. “Os agentes levarão ao conhecimento dos empreendedores a possibilidade de utilização do crédito do Empreender para a realização de melhorias nos empreendimentos”, afirma.