Empreender inscreve nesta terça e quer investir R$ 3,5 milhões em 2008

Por - em 31

Até o final deste ano, o primeiro programa de microcrédito produtivo e orientado de João Pessoa (Empreender-JP) deverá investir mais R$ 3,5 milhões na abertura, expansão ou modernização de pequenos negócios na Capital. A previsão é do secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), Raimundo Nunes Pereira. “Acredito que vamos ultrapassar este valor e superar a meta do prefeito Ricardo Coutinho (PSB), que era de emprestar R$ 10 milhões à população de baixa renda a juros abaixo do praticado no mercado”, ressaltou.

Os interessados em obter financiamentos através do Empreender-JP devem se inscrever a partir desta terça-feira (12) na sede da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), localizada na Avenida Cardoso Vieira, 85, no Bairro do Varadouro. “A inscrição não implica na concessão do empréstimo. Haverá uma seleção que obedecerá aos critérios estabelecidos pela lei que criou o Fundo Empreender, explica Raimundo Nunes.

Requisitos – Segundo o secretário, os inscritos serão submetidos a cadastramento previamente agendado no momento da inscrição e se submeterão a uma seleção eliminatória, onde serão avaliados a viabilidade de mercado, conhecimento mínimo da atividade, gozar de bom conceito social, demonstrar aptidão empreendedora e ter o seu Plano de Negócio aprovado pelo Comitê Gestor do Fundo Empreender.

O microcrédito produtivo é o empréstimo de pequenas quantias de dinheiro para empreendedores de baixa renda – que têm ou querem montar algum tipo de negócio, mas dificilmente conseguiriam abrir uma conta em banco. Nos últimos três anos, foram beneficiadas 3.569 pessoas, que receberam em financiamento que totalizaram R$ 7,4 milhões. “Este ano vamos chegar a 2,5 mil pessoas”, acredita Raimundo Nunes.

O Empreender-JP é o programa permanente de crédito orientado do Governo Municipal de João Pessoa. O objetivo é promover a geração de emprego, renda e a inclusão social. É também a modalidade de empréstimo com a menor taxa de juros do mercado atualmente. Ele foi criado em abril de 2005, mas a primeira liberação de crédito só aconteceu em julho daquele ano.

Representantes das cidades de Osasco (SP), Recife e Olinda (PE), Coari, Maués e Manaus (AM) já visitaram João Pessoa para conhecer o modelo do programa de microcrédito que despertou elogios de membros da Organização das Nações Unidas (ONU). A iniciativa prevê a concessão de crédito de até dez salários mínimos com juros de 0,9% ao mês à população de baixa renda e microempreendedores.