Empreender João Pessoa libera 212 contratos de empréstimo

Por - em 163

O Programa Municipal de Apoio aos Micro e Pequenos Negócios de João Pessoa (Empreender-JP) liberou, nesta terça-feira (17), mais 212 contratos de empréstimo, beneficiando diretamente 233 micro e pequenos empresários de João Pessoa, com investimento total de R$ 664,2 mil.

Desde quando foi criado, em 2005, o programa municipal já investiu R$ 48,8 milhões na economia pessoense, sendo R$ 42,3 milhões com recursos próprios. Até o fim do ano, o valor total do investimento deve chegar a R$ 60 milhões, segundo estimativa da Secretaria do Trabalho, Produção e Renda.

A cerimônia de liberação desta terça-feira, no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), contou com a presença do prefeito Luciano Agra. Segundo ele, 20 mil pessoas já foram beneficiadas diretamente com os empréstimos do Empreender – o que leva a um universo de 80 mil beneficiados, direta e indiretamente.

O Empreender-JP já possui 13 linhas de crédito, sendo uma tradicional e 12 modalidades especiais, criadas para atender as ações de políticas públicas da PMJP.

Resultados – Segundo o secretário do Trabalho, Produção e Renda, Raimundo Nunes, os resultados do Empreender-JP levaram o programa a servir de modelo para 28 cidades brasileiras. Recentemente, segundo ele, aconteceu o lançamento do Empreender Vila Velha, no Espírito Santo. “Já realizamos palestras para gestores de municípios de Pernambuco, São Paulo, Alagoas e Minas Gerais”, disse.

Beneficiado – O corretor de imóveis Hugo Freire Muniz está entre os 20 mil beneficiados pelo Empreender-JP nesses sete anos do programa. Ele contou que se ergueu graças ao programa. “Trabalho como corretor de imóveis há 42 anos, mas oito anos atrás fiquei doente, com problema de hipertensão e outras coisas. Fiquei dois anos sem trabalhar por causa da doença e não sabia o que fazer para voltar. Aí, apareceu a oportunidade do Empreender. Tomei o primeiro empréstimo, investi em propaganda, fiz divulgação do meu nome e consegui me restabelecer no mercado de trabalho”, disse.