Empreender-JP agiliza liberação de empréstimos a grupos comunitários

Por - em 24

Com o objetivo de ampliar o campo da inclusão social nos bairros da periferia de João Pessoa, o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP) vai agilizar a liberação de financiamento para empreendimentos de interesse de grupos comunitários. A proposta, aprovada pelo Comitê Gestor do primeiro programa de crédito orientado da Capital, inclui também um apoio mais forte aos comerciantes informais, mercados públicos e pequenos empresários interessados em capital de giro.

“Essas linhas de financiamento já existem, mas agora vamos intensificá-las porque sentimos a necessidade de impulsionar o desenvolvimento econômico nos bairros das periferias, principalmente em novas áreas habitacionais criadas pela Prefeitura, como é o caso do Residencial Gervásio Maia”, explica Raimundo Nunes, secretário de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp).

O projeto da Sedesp inclui visitas aos bairros e pesquisas junto a associações comunitárias para averiguar as necessidades reais da população. Os grupos inscritos no Empreender-JP terão que seguir todos os trâmites legais do programa até a obtenção do crédito. “Farão a inscrição, capacitação, plano de negócio e só depois da aprovação do comitê gestor é que o financiamento é liberado”, diz Raimundo Nunes.

Nos últimos três anos, o Empreender-JP já investiu mais de R$ 9 milhões na abertura, expansão ou modernização de 4.628 pequenos negócios em João Pessoa, ajudando a criar, direta ou indiretamente, cerca de 12 mil novos empregos. “É um número fantástico”, festeja Raimundo Nunes. Atualmente 17.194 pessoas estão inscritas no programa. Desse total, 8.740 foram convocados para capacitação e 7.683 capacitados através de cursos e palestras. Hoje já são cerca de 100 pequenos empreendedores formalizados e 120 em processo de formalização.