Empreender-JP, Samu e Emlur expõem em estandes na Brasil Mostra Brasil

Por - em 97

Artesanato, esculturas de material reciclável e orientações sobre como proceder em casos de emergência são algumas das opções para os visitantes dos estandes vinculados à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), na Multifeira Brasil Mostra Brasil. Este ano, estão montados estandes do programa Empreender-JP, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). A feira foi aberta na última sexta-feira (6) e segue até o próximo domingo (15), no Espaço Cultural José Lins do Rego, Tambauzinho.

Participando da feira pelo sétimo ano consecutivo, o Empreender-JP está comercializando os mais variados produtos. Roupas, calçados, bolsas, bonecos, bijouterias, arranjos, tricô, crochet, pintura em tela e tecido, algodão colorido e plantas e sementes são alguns deles.

“Complementa a minha renda e é também uma conquista, pois sempre desejei vender meu trabalho num local com grande público”, disse a  comerciante Maria da Glória Monteiro, que participa pela primeira vez da feira e começou a vender panos bordados há três meses, a partir do Empreender JP. Já para Ana Sousa, a feira é uma oportunidade de atrair novos clientes. “Os que não podem comprar agora pegam o nosso contato para encomendas futuras”, contou.

De acordo com Késia Veiga, coordenadora de eventos da Secretaria do Trabalho, 97 empreendedores ligados ao programa estão expondo nesta edição da feira, sendo parte deles comerciantes cadastrados na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) para a produção própria de artesanato local, com base na economia solidária.

Material reciclado – Com o objetivo de incentivar a coleta seletiva, uma equipe da Emlur apresenta uma exposição com esculturas feitas de material reciclável, utilizando resíduos como papel, lata, alumínio e plástico. O trabalho é realizado por cinco artesãos e coordenado pelo artista plástico Roberto Carvalho e a designer de interiores Camila Almeida.

Segundo Carol Estrela, diretora de educação ambiental da Emlur, o trabalho tem o objetivo de incentivar a população pessoense a separar o lixo da maneira correta. “É a oportunidade de mostrar que o material que as pessoas jogam no lixo pode ser reutilizado e transformado em arte”, disse.

Para chamar a atenção dos visitantes, o grupo de teatro do órgão faz apresentações sobre coleta seletiva, liderados por um ator caracterizado pelo “Limpinho da Silva”, mascote da campanha da coleta seletiva.

Samu orienta visitantes – No estande do Samu, uma equipe formada por 15 pessoas, entre médicos, enfermeiros, técnicos, coordenador e voluntários, orienta os visitantes sobre como proceder em casos de acidentes e em que situações se deve acionar o serviço, por meio do 192. Além das orientações básicas, a equipe apresenta aos visitantes a técnica de massagem cardíaca e a manobra de desengasgo em adultos e crianças.

Durante a feira, os profissionais ainda atendem ao público com aferição de pressão e verificação de glicemia. No local, estão expostas uma ambulância, uma motolância e um manequim para a simulação de atendimento em caso de emergência. A coordenação do Samu destaca que a permanência desses profissionais na feira não prejudica o funcionamento do serviço, que segue atendendo a população.