Empreender libera R$ 454 mil e beneficia mais 263 famílias

Por - em 21

Os três anos de atividades do Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP) foram celebrados na tarde desta segunda-feira (28), em solenidade no auditório do Sebrae-PB, no Bairro dos Estados. Nesse período, o primeiro programa de microcrédito de João Pessoa injetou na economia da cidade mais R$ 9 milhões e beneficiou cerca de 5.200 famílias.

Na ocasião, 25 pequenos empreendedores expuseram numa feira produtos elaborados com a ajuda do programa, a exemplo de bolsas, bijuterias, confecções diversas, artesanato e gastronomia. Entre os expositores estava o artesão Luciano Rodrigues, que fabrica objetos utilizando quenga do coco, madeira e jornal. “Com o apoio da Prefeitura consegui incrementar meu negócio e comprar a máquina que eu tanto precisava e não tinha dinheiro”, confessou.

Para a costureira Maria da Guia, que mora no bairro de Mangabeira, o Empreender-JP lhe proporcionou a condição de realizar um sonho. “O Empreender me ajudou a comprar o maquinário que eu precisava, além de oferecer o capital de giro. Há dois anos fui contemplada e hoje já empreguei uma pessoa para me auxiliar. O próximo passo agora é cresce e me firmar com uma loja. E eu vou conseguir, se Deus quiser”, disse.

Desfile – A comemoração dos três anos do Empreender começou com um desfile dos produtos comercializados pelas linhas de crédito que hoje o programa oferece: o Empreender Mulher, Jovem, Cinturão Verde, e também para as pessoas atendidas pelo programa federal Bolsa Família. Modelos apresentaram na passarela artefatos em couro e tecido, bonecas e vestidos em algodão colorido, moda íntima, entre outros produtos.

Mais empréstimos – Em seguida, no Auditório Master do Sebrae, foram entregues os certificados e cheques totalizando R$ 454 mil a mais 263 famílias. A solenidade contou com a presença do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho (PSB); do superintende do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael; do gerente geral do Branco do Brasil, Marcos Marques e do secretário de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), Raimundo Nunes.

A artesã Mariestela Costa, do bairro das Indústrias, é uma das contempladas nessa etapa. “Estou muito feliz. Faça artigos em crochê e vendo para amigas e vizinhas. Com esse dinheiro, vou ampliar minha produção, comprar material e quem sabe abrir meu próprio negócio. Com força de vontade vou ter muito sucesso”, enfatizou.

“Quero agradecer de público todo o empenho da equipe que fez esse projeto ser o sucesso que é hoje. E ressaltar o papel que o prefeito teve nesse processo, pois ele teve a coragem para criar o programa, a energia para desenvolver e a competência para administrar”, reforçou o secretário Raimundo Nunes.

Inclusão social – Para o prefeito Ricardo Coutinho, criar políticas públicas de geração de emprego e renda é um dever não só do governo federal, mas do estadual e principalmente do municipal. “Estou feliz pela oportunidade de colocar em prática este projeto. Começamos com a previsão de investimento de R$ 300 mil por ano e hoje chegamos a mais de R$ 9 milhões em três anos. Só nesta segunda-feira, estamos colocando no programa mais R$ 454 mil reais, que lá na frente se transformarão em mercadorias, postos de emprego, estabilidade. Esse programa é muito mais que um instrumento de desenvolvimento da economia, mas um ícone que devolve a dignidade da pessoa através do trabalho. Estamos falando em inclusão social”, enfatizou Ricardo.

A solenidade foi encerrada com o corte de um bolo de 40 quilos, feito por pequenos empreendedores e decorado com a logomarca do Empreender-JP e o brasão do Governo Municipal.