Encontro discute as experiências de inclusão em escolas municipais

Por - em 28

A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) está realizando nesta sexta-feira (14) o ‘1º Encontro de Experiências de Inclusão das Escolas da Rede Municipal de Ensino’. Participam cerca de 50 profissionais que atuam com Educação Bilíngüe e em Salas de Recursos Multifuncional, destinadas a atender portadores de necessidades especiais. A atividade está acontecendo no Auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), localizado no bairro de Água Fria, em João Pessoa, e se estende por toda a tarde.

O encontro tem como objetivo apresentar as atividades aplicadas dentro das unidades de ensino e através disso compor um ambiente de troca de experiências e conhecimentos no tocante a temática da inclusão escolar. A iniciativa também marca o encerramento do calendário de atividades de 2007.

Atualmente são atendidos mais de 520 alunos com necessidades especiais, matriculados tanto em escolas como em Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) da rede municipal de ensino. Formações Continuadas por meio de encontros quinzenais são um dos instrumentos que a Sedec tem utilizado para auxiliar os professores na inclusão desses alunos.

“A Sedec tem buscado dar todo o suporte necessário para auxiliar os professores junto a esses alunos que precisam de uma atenção especial. Nós sabemos que esse trabalho tem que ser realizado de forma diferenciada, mas não excludente, fortalecendo sempre o objetivo da inclusão escolar dos nossos alunos especiais”, enfatizou Sandra Verônica Ramalho, Chefe da Divisão da Educação Especial da Sedec.

As Salas de Recurso Multifuncional funcionam como um ambiente dentro das escolas, onde de forma diferenciada são atendidas as necessidades especiais dos portadores de deficiência mental ou física, utilizadas como espaço de inclusão e apoio aos alunos com atividades lúdicas e de relaxamento. As Salas de Recurso também acolhem intérpretes da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), que atuam junto aos alunos com deficiência auditiva matriculados na rede municipal de ensino.