Encontro discute bem-estar de animais de estimação, nesta quarta

Por - em 30

O que você precisa saber antes de adotar um animal de estimação? O que fazer para se obter o bem estar do animal? Esses e outros assuntos serão discutidos no I Encontro Municipal de Bem-Estar Animal, que acontece nesta quarta-feira (15), às 14h, no Hotel Netuanah. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em parceria com a Associação de Proteção Animal Amigo Bicho (APAAB).

O encontro será aberto às 14h, com a palestra sobre ‘Avanços da Vigilância em Saúde Ambiental e Controle de Zoonoses’, proferida por Djanira Lucena. Em seguida, será a vez de Ana Alice Firmino de Barros, vice-presidente da APAAB, falar sobre ‘Posse responsável – Como criar com responsabilidade’. Às 16h15 será exibido o documentário ‘Animais Seres Sencientes’, da Sociedade Mundial de Proteção Animal, e ao final acontecerá uma plenária para encaminhamentos e pactuações.

A diretora de Vigilância em Saúde do município, Júlia Vaz, disse que o encontro tem por objetivo sensibilizar a população sobre como desenvolver uma posse responsável, que é um conjunto de atitudes para se gerar o bem- estar do animal. Ela ressaltou que os animais são seres sencientes, ou seja, sentem dor, saudade, solidão, alegria e outros sentimentos dos humanos. “É importante que o município e as associações de animais caminhem juntos com vista à saúde e bem estar dos animais e humanos”, ressaltou.

A representante da APAAB, Ana Alice Firmino, disse que a associação vê esse seminário como o primeiro passo para uma luta conjunta, pelo bem dos animais no município. “Queremos ampliar as pessoas multiplicadoras da mensagem de conscientização para a importância do trabalho pelo bem dos animais”, completou.

Ana Alice destacou a importância da posse responsável antes e durante a criação do animal, como saber que um animal (cão ou gato) vive em média de 12 a 15 anos e dependerá inteiramente de seu dono durante sua vida, se terá a atenção devida principalmente no caso dos cães que gostam de ficar mais perto da família e se há condições financeiras para manter o animal, com ração, medicamentos e cuidados veterinários.

Ela acrescentou que após a adoção também é preciso manter os animais sempre dentro de casa, nunca deixar soltos na rua ou abandonar; cuidar da saúde, vacinar e vermifugar, evitar crias indesejadas, com esterilização de machos e fêmeas e educar as crianças a respeitar o animal.

A Associação de Proteção Animal Amigo Bicho (APAAB) é uma entidade civil sem fins lucrativos, que tem como objetivo defender e cuidar dos animais domésticos, principalmente cães, gatos, aves e outros. A Associação possui um site na internet (www.apaab.org.br) e o e-mail é apaab@apaab.org.br. No portal há informações, notícias diversas, seção de doações de animais e achados e perdidos. Também atende pelos telefones 3042-0045 e 8863-3149.