Equipe do Projeto SIM apresenta resultados à Ouvidoria da PMJP

Por - em 37

A equipe do Projeto SIM – Sistema de Informação Municipal, apresentou na manhã desta quinta-feira (16) os resultados do módulo de Levantamento de Processos de Negócios aos servidores da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). O encontro aconteceu nas dependências da Secretaria da Transparência Pública (Setransp), no Paço Municipal, com a presença do secretário da pasta, Alexandre Urquiza, e de servidores da Ouvidoria. O objetivo da reunião foi apresentar o produto parcial da modelagem dos processos levantados na Ouvidoria.

Durante a apresentação, Urquiza destacou a importância de aliar o Projeto SIM à Setransp. Segundo ele, essa interação facilita o trabalho, até no que diz respeito à Lei de Acesso à Informação. “O objetivo da nossa Ouvidoria foi criar esse protocolo de acompanhamento e resposta rápida às demandas. Pelo que foi apresentado, nossa expectativa é que o SIM atenda nossas necessidades de forma coesa e facilite nosso trabalho de atender a população”, ressaltou Urquiza.

Processo – De acordo com os desenvolvedores, antes da implantação dos módulos do sistema, a equipe de Levantamento de Processos do SIM coletou dados dos diversos setores e das secretarias da prefeitura. Além disso, estudou o seu funcionamento, para adaptar o software à realidade da instituição, reduzindo a perda de tempo na construção do sistema e aumentando a segurança processual do módulo.

São executados os procedimentos, os fluxos de trabalho e as atividades realizadas pelos servidores utilizando um método que segue padrões internacionais de levantamento e modelagem de processos.

Além disso, são feitas reuniões freqüentes para absorver e catalogar as atividades desempenhadas no dia a dia da instituição. Essas atividades são estudadas e analisadas para serem adaptadas à realidade da PMJP, gerando melhorias e agilidade aos processos. A entrega desses processos catalogados é feita à Ouvidoria e à equipe do SIM, que desenvolve o software. Segundo a equipe de desenvolvedores, já foram registradas mais de dez melhorias de processos apenas na Ouvidora-Geral Municipal.

Evolução – Para Cláudio Fortier, coordenador Técnico do SIM, a estratégia do projeto é desenvolver um sistema eficiente para atender às necessidades da PMJP, o que deverá promover a evolução dos processos e atender a novos anseios, de acordo com a demanda gerada.

Conforme disse, a equipe está construindo estratégias em conjunto com o servidor, além de agregar a experiência da parceria entre a Funetec e os Institutos de Tecnologia da Paraíba e do Ceará. “Entregamos à prefeitura um trabalho que pode ser moldado de acordo com a demanda, além de termos capacitado os funcionários da Unidade Municipal de Tecnologia da Informação para dar suporte às necessidades recém-geradas”, frisou.