Equipe instala 700 ‘armadilhas’ para capturar mosquito da dengue

Por - em 51

Cerca de 700 ‘armadilhas’ para capturar o mosquito da dengue (Aedes aegypt ) começaram ser instaladas nesta quarta-feira (20) em residências no Bairro dos Estados e Pedro Gondim. A ação faz parte de uma nova estratégia adotada pela Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria Municipal de Saúde, para eliminar o mosquito na fase embrionária.

A técnica, chamada de ‘Oviposição’, utiliza um pequeno vaso de planta com água limpa e um pedaço de madeira onde o mosquito deposita o ovo. A armadilha é conhecida como “ovitrampas”. Em uma semana, antes de o ovo virar mosquito, o material é coletado e levado para análise laboratorial.

Com esta medida, a Secretária de Saúde poderá monitorar o tipo e incidência do vetor naquela área. “Esse estudo vai fazer com que tenhamos informações mais específicas que vão auxiliar até na escolha do tipo de inseticida utilizado”, explica o chefe da seção de vetores do município, Nilton Guedes.

A Secretaria de Saúde colocou à disposição um carro e uma equipe capacitada para fazer a retirada do material das residências, sem possibilidade de que esses ovos capturados eclodam e venham a virar um mosquito transmissor da dengue. Por isso, é importante que a população coopere, permitindo que as armadilhas sejam instaladas.

A técnica de ‘Oviposição’ já é realizada em Recife (PE) com grande eficácia e deverá adotada em João Pessoa por, pelo menos, dois anos.