Escola em tempo integral atende 6 mil alunos em João Pessoa

Por - em 18

A escola em tempo integral está mudando a realidade de cerca de 6 mil alunos da rede municipal de ensino. A novidade vem por meio da experiência do Programa ‘Mais Educação’, uma ação do Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Prefeitura de João Pessoa (PMJP). O programa prevê a permanência das crianças e adolescentes no horário oposto ao de sala de aula, ampliando agora o tempo, espaço e oportunidade educativas que melhorem o aprendizado dos alunos.

A PMJP, através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), aderiu ao Programa em 2008 e desde então vem aumentando a cada semestre o número de escolas voluntárias em participar, garantindo um volume de recursos financeiros por intermédio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Atualmente são 59 unidade de ensino da rede municipal que fazem parte do ‘Mais Educação’, com mais de 100 alunos por escola. No segundo semestre deste ano, está sendo esperada a aprovação do MEC para a inclusão de 18 novas escolas voluntárias, o que resultará em mais de 1,8 mil alunos com educação em tempo integral.

Entre os critérios de participação do aluno no Programa estão aqueles que vivem em situação de risco pessoal e social, apresentando um baixo rendimento escolar, defasagem idade/série e evasão escolar. A triagem é realizada nas próprias escolas onde se desenvolvem o “Mais Educação”.

Escola aberta – Cada escola oferece aos alunos sete horas de atividades diárias. aos que participam do Programa são oferecidas 250 oficinas no horário inverso ao de sala de aula. As oficinas são divididas em oito macro-campos: acompanhamento pedagógico; meio ambiente; esporte e lazer; direitos humanos em educação; cultura e artes; inclusão digital; prevenção e promoção da saúde; e educomunicação.

A Sedec coordena o desenvolvimento do Programa nas escolas, além de supervisionar e acompanhar o trabalho de 250 oficineiros e 118 professores comunitários. Os alunos recebem material escolar e merenda durante as atividades. O Programa ‘Mais Educação’ em João Pessoa também abre as escolas para atividades nos finais de semana, através dos programas ‘Ciranda Curricular’ e ‘Escola Aberta’ da Secretaria da Educação. Oficinas artísticas, culturais, pedagógicas e esportivas são realizadas durante sábados e domingos, mas agora não só para os alunos, a comunidade escolar, pais, familiares e amigos são convidados a participar.

Da rua para a escola – A coordenadora do Programa ‘Mais Educação’, Ailza Freitas, explica que “avaliações são realizadas semestralmente e o resultado revela aproveitamento do processo educativo, além de inserção social e diminuição de situação de risco, já que muitos dessas crianças e adolescentes acabavam passando muito tempo ocioso, na rua, o que gerava violência e fragilidades”.

Marina Oliveira, 13 anos, aluna do ‘Mais Educação’ da escola Professor Oscar de Castro, localizada no bairro de Cruz das Armas, é um desses exemplos. Ela conta que ficava sem ter o que fazer durante o tempo que saía da sala de aula, e acabava se desestimulando para o estudo. “Hoje fico na escola durante a manhã e tarde, e me sinto mais feliz porque estou aprendendo coisas novas, diferentes. Uma das oficinas que mais gosto é a “contação de histórias”, já que melhorei a ler e a interpretar o texto”, avalia.

Já Sansão Nazireu Batista, 17 anos, também aluno da Oscar de Castro, diz que aprendeu a gostar de ficar na escola. “Antes não gostava de vir estudar, mas agora estou mudado, esse programa tem me ajudado muito, aprendo cada vez mais, e o que mais gosto de fazer é a oficina de judô, porque quero ser um atleta”, garante.