Escola Fenelon Câmara vence concurso sobre educação ambiental

Por - em 25

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Fenelon Câmara, localizada no bairro do Rangel, venceu a Sexta Edição do Prêmio de Educação Ambiental Amigos do Mar, na categoria alunos do 2º e 3º ano do Ensino Fundamental. O prêmio é promovido pelo Instituto Arcor Brasil Brasil e Projeto Tamar-Instituto Chico Mendes (ICM). Participaram do concurso 1.295 escolas públicas de todo o país, que teve a inscrição de 402 mil alunos.

Concorreram ao prêmio desenhos elaborados por duplas de alunos, que tiveram aulas de educação ambiental, ministradas por professores a partir de um material com guia. Nesta terça-feira (17) uma equipe de biólogos do Projeto Tamar visita a escola, onde realiza uma exposição educativa sobre a conservação das águas e espécies marinhas. A premiação ocorreu na tarde de segunda-feira.

Os desenhos foram selecionados por uma comissão julgadora composta por artistas, arte-educadores e biólogos. As escolas ganhadoras receberão kits educativos compostos de jogos, filhotes conservados e livros cujo tema é a preservação ambiental. Os alunos premiados ganharão também mochila, camiseta e boné do Projeto.

Experiência – A estudante Thaisa Silva, de 11 anos, que cursa o 6º ano, participou da exposição, disse que foi muito interessante participar de um evento como esse. “A monitora nos deu uma aula sobre tartarugas marinhas e ficamos sabendo que a pesca representa hoje a maior ameaça a essa espécie”. Os monitores do projeto que estão em visita a escola são estagiários de Biologia que desenvolvem suas atividades na base de Ubatuba, no estado de São Paulo. Para a diretora da Escola Fenelon Câmara, Lucidalva de Menezes, foi gratificante para os estudantes vivenciar uma experiência como essa que envolve toda a comunidade escolar e promove também a interdisciplinaridade.

Premiação: O Prêmio de Educação Ambiental é uma das ações do Programa Amigos do Mar, fruto da parceria entre o Instituto Arcor Brasil e Projeto Tamar-ICMBio. Nas cinco edições anteriores, o Prêmio envolveu 1.564.500 alunos do ensino fundamental de 5.931 escolas, públicas e particulares, de 15 estados brasileiros. O objetivo do prêmio e o incentivo a alunos e professores a refletirem sobre a biodiversidade e a proteção dos recursos naturais.