Escola municipal promove exposição sobre a diversidade cultural do Nordeste

Por - em 38

Os 1.543 alunos da Escola Municipal João Monteiro da Franca, no Vieira Diniz, são os protagonistas da “VII Mostra Cultural – O Nordeste e sua Diversidade Cultural”, que acontece durante esta semana, na unidade de ensino. Os estudantes passaram os últimos dias estudando as peculiaridades dos nove estados do Nordeste, com destaque para a Paraíba, e montaram dentro da escola espaços próprios para cada um deles, mostrando características da população, danças e comidas típicas, pontos turísticos, artesanato e literatura.

A mostra foi aberta na noite da segunda-feira (12), com desfiles de alunos representando os Estados e apresentações de grupos de xaxado, forró e cultura popular. O segundo dia do evento foi marcado pela exposição dos trabalhos confeccionados pelos alunos, como maquetes; livretos de contos, músicas e poesias; utensílios e artesanato; comidas típicas, desenhos e pinturas.

Na quarta-feira (14), haverá uma manhã de atividades musicais, paródias, danças e teatro. À tarde, cerca de 350 alunos do 6º ao 9º ano se dividirão em duas equipes da VII Gincana Cultural. Entre as tarefas a cumprir estão apresentações de personagens históricos (Lampião e Maria Bonita), danças típicas do folclore nordestino, imitação de um artista paraibano, teatro de fantoches, documentário sobre Ariano Suassuna e campanha de arrecadação de alimentos para confecção de cestas natalinas para famílias carentes da comunidade escolar.

As alunas da 4ª série Newslene Gomes, Isabelle Costa, Andrielle dos Santos e Isabel Costa pesquisaram sobre a literatura. Elas leram e copiaram músicas e poesias de artistas da Paraíba e confeccionaram livrinhos com o material. “Tem vários artistas, como Augusto dos Anjos e Chico César. Passamos uma semana inteira fazendo os trabalhos. Foi muito bom”, disse Newslene.

O grupo de Luana, Maria Eduarda, Vinícius, Teresa, Rossana e Karolyne, todos da 1ª série, pesquisou sobre os cantores paraibanos e montou uma maquete (com direito a palco e público), usando bonecos para simbolizar Chico César, Renata Arruda, Zé Ramalho, Escurinho e Elba Ramalho. “Tivemos ajuda da professora e ficou bonito”, disse Vinícius. Já a dupla Tamires e Taís, da 2ª série, montou um gráfico mostrando o crescimento da população urbana da Paraíba, nas últimas décadas. “Antes tinha mais gente na zona rural. Agora tem muito mais nas cidades”, explicou Tamires, mostrando a evolução no gráfico de isopor.

A diretora Dalvaci Rodrigues disse que, há sete anos, a Mostra Cultural envolve alunos, professores e funcionários da escola. “É uma atividade muito rica, que estimula a criação e o protagonismo dos alunos e envolve também as famílias. Percebemos que, produzindo o material, eles se envolvem mais e acabam aprendendo mais”, disse. A escola contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Sedec).