Escola no Cristo desenvolve projeto ‘Dialogando com Ariano Suassuna’

Por - em 38

Dentro da programação do Ano Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa, a Escola Municipal Padre Pedro Serrão, localizada no bairro do Cristo Redentor, vem realizando o projeto ‘Dialogando com o universo de Ariano Suassuna’. O projeto surgiu como proposta de dinamizar a iniciativa enviada às escolas pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), que propunha o estudo multidisciplinar da vida e obra do escritor paraibano, que em 2007 completa seus 80 anos.

Durante toda tarde da terça-feira (16), a Escola lançou as atividades que estão sendo realizadas dentro do projeto. Todas as produções foram filmadas e tornaram-se um vídeo-documentário produzido pelos próprios alunos, onde por depoimentos professores, coordenadores e estudantes mostram como estão sendo aplicadas as propostas e um pouco mais da história de Ariano.

“O documentário funciona como um marco do projeto, nele estão todos os registros do que foi feito e do que ainda está sendo realizado. Ele surgiu como forma de envolvermos os alunos no mundo do áudio visual, em conjunto com as obras de Ariano”, explicou Solange Gouveia, diretora-adjunta da Escola Padre Pedro Serrão.

Um grande painel armorial também faz parte dos frutos que o ‘Dialogando com o universo de Ariano Suassuna’ está trazendo para a Escola Padre Pedro Serrão. Um muro, que outrora só servia para marcar os limites do educandário, agora expõe retratos, escritos e trabalhos do escritor paraibano.

Além do vídeo-documentário e do painel, cerca de 350 alunos matriculados do 6º ao 9º ano vão expor, até a segunda quinzena de novembro próximo, várias produções artísticas que têm Ariano Suassuna como temática central. Já estão na escola a exposição de iluminogravura, de cordel, de redações e de selos armoriais, e uma exposição fotográfica da atividade com os professores na cidade de Taperoá, interior paraibano. Também foram apresentadas na tarde da terça-feira a grande ciranda armorial, proposta da disciplina de Educação Física com os alunos, e uma dramatização da história de Ariano Suassuna.

“Está sendo muito gratificante confirmar que as propostas do Ano Cultural Ariano Suassuna de fato estão fazendo parte do dia-a-dia das escolas da rede municipal. Saber que as atividades não estão se restringindo à programação proposta pela Sedec e que as escolas estão tendo suas próprias iniciativas”, enfatizou Rosires Andrade, coordenadora do Ano Cultural Ariano Suassuna.

Para os alunos a satisfação não tem sido menor. “Está sendo muito interessante aprender mais sobre Ariano Suassuna. Depois de iniciar essas produções, escrever redações, fazer selos e o grande painel, eu me interessei muito mais pelos livros dele e pela vida dele também que é muito bonita”, comentou Mayton Santos, aluno do 9º ano da Escola Pedro Paulo Serrão.