Escolas Municipais promovem atividades à distância para que alunos continuem reforçando leitura e escrita durante quarentena

Por Max Oliveira - em 983

Diante das medidas de prevenção ao coronavírus, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) primeiro assegurou a alimentação dos alunos matriculados da rede municipal de ensino e depois fez a distribuição de um livro infantil e um caderno, para auxiliar as crianças durante o período de afastamento escolar. Agora, educadores das próprias unidades estão promovendo atividades de estímulo à leitura e escrita, de forma lúdica e prazerosa, através de recursos virtuais.

Entre as várias unidades está a Padre Bartolomeu Gusmão, que fica localizada no Conjunto Inocop, no bairro do Cristo Redentor. Os professores desta escola revisam conteúdos, indicam leituras e até orientam pais e mães a ajudarem as criançasdurante esse processo de distanciamento das aulas presenciais. Toda essa dinâmica é feita através de vídeos e o conhecimento gerado nessa experiência é compartilhado por meio de grupos de rede social.

“Eu faço uma dinâmica como estivesse na sala de aula, explicando as atividades, dizendo quais textos eles têm que ler, e os pais ajudam muito”, disse a professora Laura Maia, que trabalha com 25 crianças do 1° ano na Escola Municipal Bartolomeu Gusmão. “Já são duas semanas trabalhando dessa forma e o resultado está sendo muito positivo. Os pais mandam vídeos das crianças realizando as atividades e recebo tudo muito bem feito pelas crianças”, completou.

A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) está trabalhando para aperfeiçoar essa experiência. A equipe de formação está elaborando conteúdos estruturados e unificados para serem disponibilizados junto aos professores, de modo que todos os alunos da rede tenham acesso ao mesmo conteúdo. Essas atividades ainda precisam passar pela aprovação do Conselho Municipal de Educação, através de resolução ou parecer, para contarem como hora-aula no currículo dos estudantes.

“Essa semana teremos uma reunião com o Conselho Municipal de Educação justamente para apresentar essa metodologia que está sendo colocada em prática durante o período de afastamento escolar”, disse Jocineide Silva, da Direção de Gestão Curricular. “Estamos criando, através da equipe de robótica da própria rede municipal, uma plataforma por onde serão inseridas todas as atividades”, explicou.