Estação Cabo Branco abre Semana Nacional de C&T, nesta terça-feira

Por - em 36

Começa nesta terça-feira (21), na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, a 5ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Com uma série de atividades programadas para até o dia 26, o evento é organizado pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia.

O evento ocorre simultaneamente em todos os Estados brasileiros e conta com a participação de governos estaduais e municipais, entidades científicas e tecnológicas e instituições de ensino e pesquisa. Nacionalmente, o evento é mobilizado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e, neste ano, tem como tema ‘Evolução e Diversidade’, para comemorar os 150 anos da Teoria da Evolução, do naturalista inglês Charles Darwin.

De acordo com o professor e médico Mário Toscano, do Departamento de Cirurgia da UFPB e integrante do Conselho Científico da Estação Cabo Branco, as atividades não se restringem ao tema principal. Também abarcam outros assuntos ligados à ciência e tecnologia. O evento contará com uma programação técnica, científica e cultural, oferecendo palestras temáticas, apresentação das estações digitais, oficinas de animação em cinema, peças teatrais e observação astronômica. O calendário de realizações da PMJP está em consonância com o interesse do governo federal em desenvolver, divulgar e tornar acessível à ciência e a tecnologia no País.

O objetivo, segundo o médico Mário Toscano, é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de ciência e tecnologia, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação. “Queremos chamar a atenção para a importância que a ciência e a tecnologia têm na vida de cada um e para o desenvolvimento do país. Esse evento vai contribuir para que a população possa conhecer e discutir os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas e suas aplicações. Portanto, é aberto à participação de todos os segmentos da comunidade interessados em conhecer mais sobre o desenvolvimento da ciência e tecnologia para o desenvolvimento econômico, humano e social”, destacou.

O evento abre, às 13h30, com apresentações de trabalhos desenvolvidos por alunos das Estações Digitais, no auditório da Estação (a PMJP já implantou 19 dessas estações, onde oferece cursos de informática, pesquisa e serviços). Às 15h30, ocorre a palestra de abertura, no mesmo local, com o tema “Darwin: o triunfo de uma idéia”, em alusão à temática “Evolução e Diversidade”, proferida pelo professor doutor em Ciências Biológicas Antonio José Creão Duarte, diretor do Centro de Ciências Exatas da Natureza, da UFPB.

Durante a semana também serão debatidos temas como “TV Digital”, com a professora Tatiana Tavares, do Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital, da UFPB; “A Saga dos Transgênicos no Brasil”, pela professora Vânia Gomes da Silva, da Comissão Nacional de Biossegurança-CTNBio, do Ministério da Ciência e Tecnologia; “O desafio das Células-tronco”, com a professora doutora Tereza Helena Tavares, diretora do Centro de Ciências Médicas da UFPB.

Um dos momentos especiais da Semana será a abertura da exposição “Ciência Aplicada à Conservação da Biodiversidade”, da Fundação Chico Mendes, na quinta-feira (23), às 17h. A exposição ficará aberta ao público no primeiro pavimento da Torre até o próximo ano. No sábado e domingo o público também terá a oportunidade de participar da observação astronômica por telescópios instalados pela Associação Paraibana de Astronomia, no pátio e terraço da Torre da Estação Cabo Branco.

A teoria “Evolução e Diversidade” – A Teoria da Evolução pela seleção natural está completando 150 anos este ano. Para seus trabalhos pioneiros, Charles Darwin fez incursões pela natureza tropical, em particular no Brasil. Esses estudos foram decisivos para mudar a visão das pessoas sobre o mundo. A intenção dos pesquisadores é refazer o caminho que Darwin percorreu em solo brasileiro, especialmente no Rio de Janeiro, onde ele permaneceu mais tempo, ao todo 93 dias, em 1832. A evolução da vida está escorada na diversidade biológica e é sua fonte.

A Estação Cabo Branco funciona de terça a sexta-feira, no horário das 9h às 17h, e sábados e domingos, das 10 às 18h, com acesso gratuito. As visitações de escolas do município de João Pessoa e do interior do Estado, entre outros grupos, dependem de agendamento. Mais informações pelo telefone 8860-0678.

Contatos para Imprensa: Mário Toscano 99821094/ Antonia Sousa 8866 3293/Edileide Vilaça 8866 2397