Estação Cabo Branco encerra exposição nesta quinta-feira

Por - em 20

O público tem até esta quinta-feira (6) para visitar a exposição que comemora os 25 anos do Clube da Gravura da Paraíba. A mostra, composta por xilogravuras de artistas paraibanos, está exposta no segundo pavimento da Torre Mirante, da Estação Cabo, Ciência, Cultura e Artes, localizada na Avenida João Cirillo da Silva, no bairro do Altiplano Cabo Branco. A entrada é gratuita ao público.

São 16 xilogravuras em tamanhos variados, coloridas e em preto e branco, que retratam vários aspectos da cultura do homem nordestino; seu cotidiano, vegetação e sincretismo religioso. Nesta mostra estão gravuras feitas em papel e utilizando ferro. Os artistas que estão expondo fazem parte do quadro de atividades do Clube da Gravura da Paraíba, a exemplo de Célia Gondim, Célia Romeiro, Evanice Santos, Elvis Franklin, Gleuma Bernardino, Glória Pordeus, José Costa Leite, Zenilda Pereira, Unhandeijara Lisboa, Vladmir, Xico Carvalho, Nivalson Miranda e Pontes da Silva.

A artista plástica e curadora da Estação Cabo Branco, Tamara Sorrentino, disse que a xilogravura é um processo de gravação em relevo que utiliza a madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel ou outro produto qualquer, como por exemplo, tecidos. “É um processo inversamente parecido com um carimbo já que o papel é prensado com mãos sobre matriz”, explicou.

Técnica – A palavra xilogravura vem do grego “xilo” e significa madeira e “grafus” que quer dizer “gravar”. A técnica até hoje é utilizada na construção de panfletos, capas de revistas, CDs, DVDs, propaganda publicitárias e bastante utilizada pelos escritores da literatura de cordel.

O vice-presidente do Clube da Gravura da Paraíba, Martinho Campos, comentou que a exposição ’25 anos de Gravura’ constitui também uma homenagem, in memorian, à sócia Sylvia Pontual, artista plástica, gravadora, pernambucana, falecida no último mês de janeiro e ao gravurista Pontes da Silva, pioneiro na arte da xilogravura na Paraíba, também falecido em janeiro deste ano. Sua obra “Rua do Rio”, datada de 1967, poderá ser vista nesta exposição.

Serviço:

Evento: Exposição ‘25 anos de Gravura’
Local: 2º Pavimento da Torre Mirante – Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes
Data: até 6 de maio de 2010
Horário: de terça a sexta-feira das 9h às 21h. Aos sábados e domingos, das 10h às 21h
Informações: 3214.8303 / 3214.8270