Estação Cabo Branco expõe fotos de Carlos Cartaxo sobre Marrocos

Por - em 19

A exposição “Marrocos: o outro lado do oceano”, do diretor, produtor e professor de artes visuais Carlos Cartaxo, será aberta neste sábado (8), a partir das 17h, na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano Cabo Branco. A exposição consiste em um projeto em que Carlos Cartaxo utiliza a expressão da fotografia para mostrar a semelhança cultural entre o Marrocos e o Brasil.

A mostra é composta por 31 imagens, medindo entre 60 x 80 centímetros, e se propõe a cumprir o papel de estimular a produção artística e facilitar a alfabetização visual, educando o público através da leitura visual, além de expor a identidade geográfica do Marrocos e sua aproximação com o Nordeste brasileiro.

O professor e produtor Carlos Cartaxo disse que o projeto foi concebido com o intuito de indagar se a arte nativa latino-americana, africana e asiática são consideradas arte. “Essa oportunidade comparativa do Nordeste brasileiro com país africano possibilita uma visão geográfica e histórica que não seja o domínio cultural colonialista europeu que nos é imposto há 500 anos. De modo que, através de uma leitura visual, estimulamos uma visão multicultural, crítica e identitária”, explicou.

A necessidade de conciliar a arte e a vida é a base teórica do pensamento de Carlos Cartaxo, que se utiliza das concepções do escritor norte-americano Larry Shiner, no livro “A invenção da arte: uma história cultural”.

O Marrocos é um país localizado no extremo noroeste da África, estando limitado a norte pelo Estreito de Gibraltar (por onde faz fronteira com a Espanha), por Celta, pelo mar Mediterrâneo e por Melilha; a leste e a sul pela Argélia; a sul pelo Saara Ocidental (território que controla) e a oeste pelo Oceano Atlântico. A capital é a cidade de Rabat. É o único país do continente africano que não faz parte da União Africana, porque Saara Ocidental foi aceito como membro.

Palestras Gratuitas – Paralela a exposição estão programadas palestras gratuitas, na sala de convenção da Estação Cabo Branco, abertas às escolas e à comunidade em geral. A primeira palestra está prevista para acontecer na terça-feira (11). Os interessados podem confirmar a presença antecipada através dos telefones 3214.8303, 3214.8270 ou 8650.6749.

Sobre o autor: Carlos Cartaxo é professor do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), escritor, doutor em Artes Visuais e Educação pela Universidade de Barcelona (ES), mestre em Engenharia de Produção pela UFPB, com especialização em Educação Superior pela Universidade da Amazônia (UNAMA).

É autor dos livros Manual de Segurança do Trabalho Belém (1990), A Família Canuto e a Luta Camponesa na Amazônia (1999), O Ensino das Artes Cênicas na Escola Fundamental e Média (2001), Teatro e Atitudes (2005), Ação educativa para a Cidadania (2007), Teatro Determinado (2009), Sonho de Feliz Cidade (conto, 2007) e História de Sábado (conto, 2008). Na área de teatro montou os espetáculos: A Carne é Fraca (1985), O Espião Gaiato (1986), O Tico-Tico Cantador (2003), A Saga do Caranguejo (1998), Diálogos do Absurdo (2000), Esse Tal Apagão (2001) e Terra Brasilis (2002).

Como diretor e produtor teatral trabalhou em quatro peças infantis, três revistas teatrais, quatro espetáculos de rua e 12 peças adultas, entre elas, O Acalento de Joana Louca (1986) e A Balada de Garuma (1992). Atuou em 11 montagens teatrais, entre as quais se destacam Vamos Brincar de Circo (1980), O Verdugo (1981)e O Palhaço e o Rei (1986).

Carlos Cartaxo recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura pelo romance/grande reportagem A Família Canuto e a Luta Camponesa na Amazônia, concedido pela Câmara Brasileira do Livro no ano de 2001 e o Prêmio de Melhor Cenário pelo cenário da peça A Saga do Caranguejo (1998).

SERVIÇO

Exposição ‘Marrocos: o outro lado do oceano”, de Carlos Cartaxo
Abertura: Sábado (8), às 17h
Local: 2º Pavimento da Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte
Período: Até 31 de maio
Horário: De terça a sexta-feira das 9h às 21h. Aos sábados e domingos das 10h às 21h
Informações: 3214.8303 / 3214.8270