Estação Cabo Branco promove quatro oficinas de música e arte

Por - em 18

Neste fim de semana, a partir das 10h, arte-educadores do Programa Ciranda Curricular, estarão ministrando oficinas de violão, percussão, origami e contação de história na Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes, localizada na Avenida João Cirilo Silva, s/n, Altiplano. As oficinas são gratuitas e não precisam de inscrição prévia. O espaço, Sala de Práticas Educacionais, é aberto ao público de todas as idades.

De acordo com o arte-educador, Raimundo Severino, a procura pelas oficinas tem sido não apenas das escolas, mas também por pessoas que estão apenas visitando nos finais de semana o complexo arquitetônico. Raimundo, que está na Estação desde o início do programa, ministra neste sábado a oficina de violão básico. Os participantes da oficina terão conhecimento da escala musical, partitura, notas e cores da música.

O arte-educador Jose Carlos Souza que ministra a oficina de contação de história diz que o objetivo da oficina é formar o contador de história, estimular a imaginação das crianças e participantes. Em uma de suas dinâmicas as crianças, ao final, se tornam personagens da própria história.

No sábado (11), acontecem as oficinas de violão e contação de história e no domingo (12), as oficinas de percussão com o arte-educador Luciano, e origami e artesanato com a também arte-educadora Débora Carvalho. Na ocasião Débora Carvalho fará experimentos, falará sobre a origem do origami no mundo, sua finalidade e fará acompanhamento das dobraduras com os participantes da oficina. Débora Carvalho, que está há cerca de dois anos no programa, diz que o Ciranda Curricular foi o norteador na sua vida e que além de ensinar como se faz a arte, aprende muito ao mesmo tempo.
           
Programa – O Ciranda Curricular é um programa de arte-educação e inclusão que busca criar na escola um espaço de interação entre toda a comunidade. Ele é promovido pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). As atividades acontecem aos sábados através de oficinas artísticas, educativas e profissionalizantes que são ofertadas para estudantes, familiares e comunidade em geral. Não há qualquer restrição no que diz respeito à faixa etária, sexo, etnia, credo e escolaridade.

O programa está na Estação Cabo Branco há cerca de um ano e tem atraído pessoas de várias idades e movimentado bastante a casa nos dias de semana e nos finais de semana. A todo o momento os oficineiros (com são chamados as pessoas que ministram as oficinas) estão circulando pela Estação convidando os visitantes a participarem das oficinas na sala de práticas educacionais.
 
A programação não para por ai. No próximo sábado, dia 25 de julho, haverá oficina de quadrinização com o arte-educador Hausman Santos. Na oficina o instrutor usará as técnicas da perspectiva anatômica, noções de desenho, mostrará como se produz uma tirinha, como se constrói um layout, um story board e um fanzine.