Estação Cabo Branco recebe troféu ‘Construtores do Turismo Paraibano’

Por - em 74

A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes será homenageada nesta terça-feira (29), às 20h, com o troféu ‘Construtores do Turismo Paraibano’, pelo trabalho que vem realizando na promoção do turismo local. A cerimônia acontece no auditório Parahyba do Tropical Hotel Tambaú, em comemoração aos 25 anos de fundação da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, Seção Paraíba (Abrajet/PB).

“Para nós é uma honra saber que o trabalho que nossa equipe vem desenvolvendo ajudou a transformar o turismo na Capital. Ao mesmo tempo esse troféu é um presente, uma vez que a Estação, no dia 3 de julho, faz aniversário. Há quatro anos levamos conhecimento, educação, ciência, cultura e arte de qualidade para os pessoenses”, afirmou Marianne Góes, diretora geral da Estação Cabo Branco.

O convite e a honraria foram concedidos pelo presidente da Abrajet/PB, jornalista Rogério Almeida. Ele destacou que foi realizada uma votação para se receber o troféu e que a Estação Cabo Branco foi aprovada por unanimidade pelos membros da Abrajet/ PB.

Estação – A Estação Cabo Branco fica localizada no bairro do Altiplano e é hoje o ponto turístico mais visitado da Capital. O local foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurado no dia 3 de julho de 2008. O complexo possui mais de 8.500 m² de área construída e tem a missão de levar cultura, arte, ciência e tecnologia à população de forma gratuita.

A programação de eventos e atividades é um dos pilares da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. A equipe do setor de eventos trabalha com um calendário que consta de exposições de artes plásticas, palestras, colóquios, simpósios, shows musicais, apresentações teatrais, seminários, fóruns, congressos, cursos de formação e capacitação, reuniões, encontros, oficinas artísticas e outras. O local tem atraído parceiros dos mais diversos segmentos da sociedade, como empresas, universidades, artistas e outros.

Paralelo ao calendário de eventos, a Estação, durante todo o ano, desenvolve vários projetos artísticos, culturais e educativos. São rodas de leitura, sarais de poesia, cinema, aulas de campo, visitas monitoradas, oficinas artísticas e pedagógicas, oficinas de astronomia, teatro, dança, quadrinização, zabumba, pandeiro e contação de estória.

Novo prédio – Perto de completar quatro anos de atividade, a Estação inaugura, no próximo mês, mais uma unidade do complexo arquitetônico. O prédio é composto por três pavimentos. No pavimento inferior contará com três anfiteatros com capacidade para 76, 67 e 76 lugares, respectivamente, dois banheiros, circulação horizontal, escada e elevador, pavilhões de exposições, com área de 1.146,10 m², sala para ensaio, copa e depósito.

Já no pavimento superior terá um terraço, depósito e área técnica. O inferior será composto por dois conjuntos sanitários, auditórios com capacidade para 118 lugares, cada, um hall de entrada e galeria para circulação, recepção, depósito e copa, restaurante, cozinha completa e conjunto sanitário independente, setor administrativo, rampas de acesso, circulação horizontal, escada e elevador, além de um estacionamento para 392 automóveis.