Estação Cabo Branco tem show de Rinaldo Vitorinni

Por - em 36

O violonista Rinaldo Vitorinni é atração deste domingo (17), às 17h00, no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, localizada no bairro do Altiplano. A entrada é aberta ao público. No repertório estão incluídas músicas próprias bastante conhecidas do público, como “João Maria”, “Aquarela do Brasil”, “Pau de Arara”, “Odeon”, “Saudade Mata a Gente” e outras. A apresentação solo mescla técnica da guitarra flamenca, linguagem do violão brasileiro e improvisação do jazz.

Rinaldo Vitorinni é músico (violonista), professor de música, produtor musical, arranjador e compositor. Natural de Santa Rita (PB), ele começou seus estudos de violão aos 17 anos de idade e aos 19 foi estudar violão popular na Escola de Música Antenor Navarro. Em 2007 graduou-se em Licenciatura em Artes/Música pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O músico realizou vários concertos solos e com grupos de câmera. Entre seus trabalhos mais relevantes estão um concerto, em 2003, com a banda do 15º BIMtz no Teatro Santa Roza; em 2004, o show instrumental Sons e Variações; em 2004, concertos para violão e bandolim na Casa de Cultura Poeta Lúcio Lins; apresentação na Academia Paraibana de Poesia em 2004; concerto com o grupo Mangai, no Projeto Glória Vasconcelos (SESC), em 2005; participação no Projeto Rap Repente, em Campina Grande, acompanhando repentistas em 2006; participação especial na gravação do DVD do pianista internacional Dhiego Heráclito, no Cine Banguê, em 2007; e em 2001 apresentação em São Paulo, no Sesc Itaquera, e Ton Ton Jazz, em janeiro de 2010.

Sua produção musical baseia-se em trabalhos com artista locais com bons reconhecimentos a nível nacional. Já produziu, desde 2005, CDs para o artista Calazans Sabugy, que faz parte do cast da Gravadora Chororó, em São Paulo, arranjos e produção dos shows da cantora Meire Lima, no Projeto Seis e Meia e na Casa de Cultura Poeta Lúcio Lins, em 2006. Seu último trabalho como produtor foi a gravação do seu CD instrumental ‘Afinidades’ com estilo Latin Jazz produzido em 2008, e lançado em maio de 2009, com o selo da Gravadora Chororó e Editora Madrigal. Como compositor está pesquisando, desde 2004, estilos musicais de diferentes culturas buscando novas formas de trabalhar a sonoridade e os ritmos. Atualmente está pré-produzindo seu segundo CD.

SERVIÇO:
Rinaldo Vitorino – Voz e violão
Data: Domingo (17)
Hora: 19h
Local: Auditório da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes – Altiplano
Entrada gratuita